Presidente da FASP, José Aloizio Cardozo Bastos morre aos 88 anos vítima de câncer

Um dos dirigentes mais antigos do automobilismo nacional, José Aloizio Cardozo Bastos faleceu por conta de um câncer na bexiga que se alastrou. Ele tinha 88 anos de idade

Foyt preparou vídeo especial para anunciar quarto carro na Indy 500 (Vídeo: Foyt)

Presidente da Federação de Automobilismo de São Paulo, José Aloizio Cardozo Bastos morreu nesta terça-feira (13), vítima de um câncer na bexiga, aos 88 anos. O dirigente foi infectado pela Covid-19 em janeiro, mas se recuperou. O ex-mandatário será sepultado no Cemitério do Morumbi, nesta quarta-feira.

Nascido no interior de Minas Gerais, na cidade de Estrela Dalva, e criado no Rio de Janeiro, foi para São Paulo ainda jovem e começou, mais tarde, a trabalhar na sucursal paulistana do Automóvel Clube do Brasil, então entidade mais poderosa do automobilismo nacional.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

VÍDEO: Confira cinco motivos para assistir a temporada 2021 da Indy

Cardozo Bastos tinha 88 anos (Foto: CBA)

Atuava no automobilismo brasileiro antes mesmo da criação da CBA. Antigo vice-presidente da FASP, assumiu o posto principal da entidade em 2015, com a morte de Rubens Carpinelli. No início de 2020, Cardozo Bastos foi reeleito no posto.

Atualmente, Bastos, por meio da FASP, era o responsável pelo Campeonato Paulista de Automobilismo, as Mil Milhas do Brasil, disputadas em Interlagos, o Campeonato Paulista de Rali Off-Road, além de campeonatos de kart e arrancadas.

Tido como um dos mais antigos organizadores de corrida da cidade de São Paulo, Cardozo Bastos será sucedido na presidência da FASP pelo seu primeiro vice-presidente, Élcio de São Thiago. O ex-presidente da CBA, Paulo Scaglione, passa de segundo vice-presidente para primeiro vice-presidente do órgão paulista.

O sepultamento do dirigente acontece no Cemitério do Morumbi, nesta quarta-feira (14).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube