Vips e Calderón trocam Europa por Japão e disputam Super Fórmula em 2020

Além de Pietro Fittipaldi, outros dois "estrangeiros" vão competir na Super Fórmula em 2020. Jüri Vips, piloto da academia da Red Bull, correrá pela Team Mugen, enquanto a colombiana Tatiana Calderón deixa a Fórmula 2 para entrar na Drago Corse

Principal categoria japonesa de monopostos, a Super Fórmula ganhou mais duas interessantes adições para a temporada 2020. Semanas depois da entrada do brasileiro Pietro Fittipaldi, foi a vez do estoniano Jüri Vips e da colombiana Tatiana Calderón serem anunciados no campeonato.
 
Piloto da academia da Red Bull, Vips tem 19 anos de idade e competiu na Fórmula 3 em 2019, ficando com a quarta colocação no campeonato, atrás apenas dos pilotos da poderosa equipe Prema. 
 
No mesmo ano, fez a etapa final da Super Fórmula em Suzuka pela Team Mugen, mesma equipe na qual assinou para a disputa da temporada 2020, substituindo o mexicano Patricio O'Ward, detentor da vaga e que saiu do programa da equipe austríaca. Vips faz o caminho inverso da maioria das promessas da F3, indo para o Japão em vez da graduação para a F2.
Tatiana Calderón (Foto: FIA Fórmula 2)
Aos 26 anos, Calderón está de saída da Fórmula 2 após uma temporada sem muito sucesso pela Arden. A colombiana não somou pontos nas 22 corridas disputadas pela categoria, e iniciou 2020 correndo pela F3 asiática. Tatiana será a primeira mulher na história da Super Fórmula desde Sarah Kavanagh, em 1997. Ela correrá pela Drago Corse.
 
A temporada da categoria japonesa é formada por sete corridas e terá início em 5 de abril, em Suzuka.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube