Porsche

Academia Shell Racing destaca classificação disputada e aposta em largada agressiva no Velo Città

Vitor e Felipe Baptista vão encarar mais um desafio neste sábado (1). Os pilotos da Academia Shell Racing disputam a terceira etapa da temporada da Porsche Cup no Velo Città, e após classificações bastante apertadas, esperam corridas emocionantes e agitadas

Warm Up, de Mogi Guaçu / NATHALIA DE VIVO, do Velo Città
A Academia Shell Racing encara mais um desafio neste final de semana. Vitor e Felipe Baptista disputam no Velo Città a terceira etapa da temporada 2019 da Porsche Cup, e após classificações acirradas, esperam corridas emocionantes.
 
A tomada de tempos da classe 4.0 foi bastante apertado. Com a marca de 1min1min27s858, o #120 larga da quarta colocação. Ao comentar sobre a sessão, admitiu surpresa com o forte ritmo apresentado pelos adversários. "Fiquei impressionado com o tempo dos quatro primeiros, ainda mais pela temperatura ter baixado”, disse.
 
“O quarto lugar é uma boa colocação par alargar amanhã, sabemos que é uma pista difícil de ultrapassar, mas vamos para cima. Vou tentar largar de forma agressiva, tomando cuidado com os acidentes. Vamos para cima, temos um carro bom para a corrida”, continuou.
Felipe Baptista e Enzo Elias (Foto: Victor Eleutério)
Já na classe 3.8, Felipe apostou na estratégia de poupar equipamento durante o Q1, conseguindo avançar sem grandes problemas para a fase seguinte. No Q2, então, mostrou boa performance e adaptação aos carros de corrida para assegurar o segundo lugar do grid de largada.
 
Ao falar da classificação, o #121 explicou a abordagem adotada e disse apostar em uma corrida bastante disputada entre ele e Enzo Elias, atual líder da classe Carrera Cup 3.8. "A classificação foi muito boa. No Q1 não usamos pneu zero, usamos um pneu mais gasto. No Q2, colocamos o pneu zero, e acabei errando na minha volta rápida”, falou.
 
“Os dois erraram na volta, mas o Enzo e eu somos os principais concorrentes para amanhã, estamos mais rápidos do que os outros, até mesmo o Iorio, que é um dos principais concorrentes, ficou 0s5 atrás”, continuou.
 
“A corrida vai ser muito pegada entre o Enzo e eu, o ritmo de corrida dos dois está muito próximo, é preciso um aproveitar o erro do outro para abrir vantagem ou conseguir passar. Na largada é tentar dar uma arriscada e tentar assumir a liderança porque é muito difícil passar. O planejamento é tentar ir para frente na largada”, encerrou.