Porsche

Müller faz valer pole em Interlagos e conquista vitória de ponta a ponta na corrida 1 da Porsche Cup

Marçal Müller fez um lindo trabalho na corrida 1 da Porsche Cup em Interlagos. Na manhã deste sábado (16), o piloto fez valer a pole-position, se desgarrou do pelotão logo na largada e garantiu a vitória na Carrera Cup 4.0. Na Carrera Cup 3.8, Enzo Elias conquistou a primeira vitória na categoria. Rodrigo Mello venceu na GT3 Cup 4.0 e na GT3 Cup 3.8 teve Uruban Junior como vencedor
Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
A Porsche Cup teve uma ótima abertura de temporada 2019. Na manhã deste sábado (16), a categoria disputou a primeira corrida do final de semana e, após uma corrida dominante, quem cruzou a linha de chegada na primeira colocação foi Marçal Müller.
 
O #544 não teve problemas durante a corrida. Largando da pole-position, já começou a se distanciar do pelotão nos primeiros giros. Com o passar da prova, foi apenas administrando a diferença e, no fim, recebeu a bandeirada com 0s674 de frente.
 
Quem cruzou a linha de chegada na segunda colocação foi Werner Neugebauer, com Vitor Baptista, Miguel Paludo e Ricardo Baptista completando o top-5 da Carrera Cup 4.0. Na GT3 Cup 4.0, quem venceu foi Rodrigo Mello.
Marçal Müller (Foto: Luca Bassani)
Confira como foi a corrida 1 da Porsche Cup em Interlagos:
 
A primeira corrida da Porsche Cup no sábado estava programada para 9h50. Quando os pilotos alinharam para a formação do grid e saíram para a volta de apresentação, o sol aparecia tímido em Interlagos, mas sem sinal da chuva que caiu no dia anterior.
 
Quem largava da pole-position do pelotão, pole da classe 4.0, era Marçal Müller. Quem era o ponteiro da classe 3.8, localizado mais para o fundo do grid, era Enzo Elias. Essa foi a primeira corrida com os carros da Carrera Cup e GT3 Cup correndo juntos.
 
Com a saída autorizada, Werner Neugebauer e Vitor Baptista tentaram dar o bote em cima de Marçal, mas sem sucesso. No fundo do pelotão, Sylvio de Barros sofria um revés e já escapava da pista, ficando parado na área de escape.
 
Na classe 3.8, Elias conseguiu manter a primeira colocação, seguido por Murilo Coletta, Matheus Coletta, Matheus Iorio e Felipe Baptista completando o top-5.
 
Então, Paulo Totaro e Ayman Darwich acabaram se embolando na pista. Os pilotos se tocaram e ficaram parados atravessados na pista. Entretanto, o árabe conseguiu retornar para a disputa, enquanto Totaro parece ter levado a pior.
 
Com cinco minutos de prova completados, Müller seguia na primeira colocação geral e na Carrera Cup 4.0. O #544 era seguido por Neugebauer, que sustentava 0s772 de desvantagem. Paludo era o terceiro, com Vitor Baptista e Ricardo Baptista completando o top-5 do momento.
 
Na GT3 Cup 4.0, Maurizio Billi era quem estava na primeira posição, com Adalberto Baptista surgindo em segundo. Rodrigo Mello, Dominique Teyssere, Roman Ziemkiewicz e Tom Filho completando o rol dos cinco primeiros.
Enzo Elias (Foto: Luca Bassani)
Para o fundo do pelotão, a briga na Carrera Cup 3.8 estava bastante animada. Murilo Coletta superou Enzo para conseguir assumir a primeira colocação. Iorio era terceiro, com Matheus Coletta e Felipe Baptista fechando os cinco primeiros.
 
Pouco tempo depois, foi a vez de ver Teyssere e Ziemkiewicz se envolverem em um enrosco. Os pilotos acabaram se tocando e rodando na pista, com Tom Filho aproveitando o incidente para ganhar a posição da dupla. O francês levou a pior e abandonou a prova.
 
Marçal tinha vida tranquila na primeira colocação. O piloto já tinha 1s162 de vantagem na ponta do pelotão, enquanto Neugebauer e Paludo vinham logo atrás. Vitor Baptista e Ricardo Baptista completavam o top-5.
 
Na classe 3.8, Murilo Coletta seguia na primeira posição, com Iorio, Elias, Marcelo Tomasoni e Matheus Coletta fechavam a lista dos cinco melhores colocados.
 
De Barros não tinha prova fácil em Interlagos. Após o incidente na largada, o piloto sofreu novo acidente com menos de dez minutos para o fim. O #5 acabou rodando na pista após um toque com Matheus Coletta.
 
Os líderes da prova com cinco minutos para a bandeira quadriculada eram Müller na Carrera Cup 4.0, Maurizio Billi na GT3 Cup 4.0, Murilo Coletta na Carrera Cup 3.8 e Urubatan Junior na GT3 Cup 3.8.
 
Com duas voltas para o final da corrida, Enzo fez um grande lance em cima de Murilo Coletta e Iorio, aproveitando um incidente entre a dupla, e conquistou a primeira colocação da Carrera Cup 3.8.
 
No final, nada mais mudou na pista. Müller foi o primeiro piloto a receber a bandeira quadriculada em Interlagos. Na GT3 Cup 4.0, o vencedor foi Rodrigo Mello. Elias garantiu o triunfo na Carrera Cup 3.8, com Urubatan Junior vencendo na GT3 Cup 3.8.