Alonso mira calma para terminar Dakar: “Não quero abandonar por erro estúpido”

Fernando Alonso vai encarar o primeiro Dakar de sua carreira nos próximos dias. Animado com o novo desafio, afirmou que vai tentar ter o máximo de calma para não provocar algum tipo de erro que acabe com seu abandono

Fernando Alonso está prestes a encarar o mais novo desafio de sua carreira. Neste final de semana, o piloto vai largar na edição 2020 do Dakar e já disse que o principal objetivo e não cometer erros que provoquem seu abandono.
 
Como preparação para o rali mais famoso do mundo, o espanhol chegou a participar de algumas provas. Já como treino para a prova que vai encarar daqui alguns dias, chegou a ter um pequeno revés quando quebrou a suspensão de seu carro.
 
Mas nada parece frear o entusiasmo do bicampeão de Fórmula 1, que mantém os pés no chão quanto ao desafio. “Vou ver como é o Dakar, mas mais ainda quero terminar. Sabemos que apenas uma entre quatro pessoas termina o evento, é duro. Sei que vai ser bastante difícil”, disse.
Alonso sofreu um percalço do off-road (Foto: Reprodução/Twitter)

“Não acho que tinha qualquer coisa mais diferente da Fórmula 1 do que o Dakar, mas é um desafio interessante, certamente, impossível no papel, mas quero ir em frente a aprender”, continuou.
 

E a preparação que tenho feito nos últimos meses me enriqueceu como piloto, o que é uma de minhas prioridades quando encaro esse tipo de desafio: ser melhor no final de cada um.Tenho que abordar isso com uma certa calma”, emendou.
 
“Não quero ir ao Dakar e depois abandonar no segundo ou terceiro dia por conta de um erro estúpido”, concluiu.
 
Felipe Massa ficou impressionado com Alonso participando do Dakar. Elogiando a atitude do ex-companheiro, chegou até a mencionar que, no futuro, a Fórmula E pode ser uma possibilidade ao piloto.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube