Zanol fecha dia em terceiro e sobe para quarto no Rali do Marrocos. Spinelli/Haddad mantém colocação

Felipe Zanol teve seu melhor resultado no Rali do Marrocos até o momento. O mineiro, em sua primeira competição com a Honda CRF 450 Rally, terminou a quinta-feira (18) em terceiro e subiu para quarto na classificação geral. Nos carros, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad fecharam o dia na quarta colocação e seguem em terceiro no geral

A disputa da quarta etapa do tradicional Rali do Marrocos foi bastante favorável aos competidores brasileiros, que tiveram de encarar, nesta quinta-feira (18), 250 km de trecho cronometrado em Zagora. Único representante nacional nas motos, Felipe Zanol teve seu melhor dia no Marrocos e fechou a especial no terceiro lugar com a Honda CRF 450 Rally. Nos carros, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad fecharam o dia em quarto com o Mitsubishi ASX.

O quarto dia de competições no Rali do Marrocos começou com uma baixa significativa nas motos. Hélder Rodrigues, principal piloto da Honda, que liderava a competição, enfrentou problemas mecânicos logo no primeiro checkpoint e abandonou a etapa. Diferente do Dakar e assim como acontece no Rali dos Sertões, o piloto pode retornar à prova no dia seguinte, mas, como será punido por não conseguir completar o dia anterior, o experiente luso está praticamente sem chance de vitória.

Zanol subiu para quarto na classificação geral do Rali do Marrocos (Foto: AP Photosport/ Team HRC)

É o segundo favorito a ficar de fora da briga pela vitória no Marrocos. Na última quarta-feira, Marc Coma, tricampeão do Dakar, campeão do Rali dos Sertões e um dos candidatos ao título na África sofreu uma queda e lesionou o ombro. O experiente catalão, de 36 anos, foi removido para Barcelona e fez exames no Instituto Dexeus. Até o momento, no entanto, não se sabe a extensão das lesões sofridas.

O melhor do dia foi o polonês Jakub ‘Kuba’ Przygonski, que marcou 3h28min44s com sua KTM 450. O tempo de Kuba foi 2min27s mais rápido que Cyril Després, que com as saídas de Coma e Rodrigues se tornou o grande favorito ao título. Zanol fechou em terceiro, 4min19s atrás do piloto polonês.

Na classificação geral das motos, Després lidera com tranquilidade. O polêmico francês tem tempo total de 13h11min54s, 17min59s à frente de Joan Barreda, que defende a Husqvarna. Frans Verhoeven, experiente piloto holandês, que guia pela Yamaha, é o terceiro, pouco mais de meia hora atrás de Després. Zanol, por sua vez, está bem perto do top-3, exatos 1min30s atrás de Verhoeven.

Zanol ficou muito satisfeito com seu resultado e, mais que isso, com a performance da nova moto da Honda, concebida especialmente para a disputa do Dakar 2013. “Estou muito satisfeito por estar evoluindo na prova e pela adaptação com a nova motocicleta Honda CRF 450 Rally. Meu principal objetivo no Marrocos é a preparação para o Dakar, mas sou um piloto competitivo e não irei desperdiçar a oportunidade de conseguir um bom resultado”, comemorou.

A disputa dos carros segue bastante acirrada no Marrocos. Comprovando o bom dia dos pilotos poloneses, Krzysztof Holowczyc e seu navegador, Filipe Palmeiro, levaram o Mini All4Racing, da equipe X-raid, à ponta da quarta especial da prova. Com o tempo de 3h13min06s, o duo luso-polonês foi 10min30s mais rápido que os franceses Éric Vigouroux e Alexandre Winocoq, que surpreendem com o protótipo da Chevrolet.

Os russos Leonid Novitskiy e Oleg Tyupenkin, que também correm pela X-raid, fecharam em terceiro, seguidos de perto por Spinelli e Haddad. Os brasileiros, que terminaram o primeiro dia na frente, fecharam a especial, com o Mitsubishi ASX, 22min49s atrás de Holowczyc e Palmeiro.

Faltando duas etapas para o fim, Spinelli e Haddad seguem na terceira colocação (Foto: Divulgação)

Faltando apenas dois dias para o fim do Rali do Marrocos, Vigouroux e Winocq lideram, mas contam com a pressão de Holowczyc e Palmeiro. A vantagem para a dupla da Chevrolet na ponta é de 5min44s. Spinelli e Haddad seguem firmes na terceira colocação, com 33min05s atrás dos líderes no Marrocos. Novitskiy e Tyupenkin, também da X-raid, seguem em quarto, 20min09s atrás dos brasileiros. A dupla formada por Boris Garafulic, do Chile, e Gilles Picard, da França, fecha o rol dos cinco primeiros nos carros com um BMW X5 da X-raid.

A liderança dos caminhões segue com o atual campeão do Dakar, Gerard de Rooij, que conduz o peso-pesado Iveco ao lado de Tim Colsoul e Dariusz Rodewald. Já nos quadriciclos, o melhor da prova é o francês Vincent Albira, com Honda.

O cronograma do quinto e penúltimo dia do Rali do Marrocos compreende o percurso total de 427 km, sendo que 246 deles serão cronometrados. A prova, principal prévia do Dakar, termina no sábado (20), também em Zagora.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube