Com nova categoria, Sertões quebra recorde de inscritos na edição 2020. Confira números

O maior rali do Brasil e das Américas chega à sua 28ª edição neste ano e traz grandes números dentro e fora das trilhas. A competição começa na sexta-feira com a disputa do prólogo, que vai ser realizado no autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, e vai até 7 de novembro, com chegada em Barreirinhas, no Maranhão

Cada edição do Sertões, o maior rali do Brasil e das Américas, é caracterizada pelo seu gigantismo, tanto pela imensidão do roteiro com as etapas que cruzam o país como também pelo número de participantes e o número de pessoas envolvidas na organização da competição. Em 2020, a prova, que vai começar na próxima sexta-feira (30) com o prólogo no autódromo do Velocitta, em Mogi Guaçu, e se encerra em 7 de novembro com a chegada em Barreirinhas, no Maranhão, traz um número recorde de inscritos na esteira da criação da categoria Light, novidade na 28ª edição do Sertões.

Ao todo, são 403 competidores inscritos, entre pilotos e navegadores, oriundos de 21 estados e Distrito Federal — ficaram fora apenas Acre, Rondônia, Paraíba, Amapá e Sergipe —, representando 205 cidades brasileiras, além de participantes de outros três países: Uruguai, França e Guiana Francesa.

233 veículos estão inscritos para o Sertões 2020: 63 na competição de motos e quadriciclos, 40 carros e 55 UTVs, além de outros 20 veículos na disputa do rali de regularidade e 55 na nova categoria Light, que não integra a competição propriamente dita, mas que será percorrida em trechos mesclados de deslocamento pelo asfalto e de prova, compreendendo uma jornada voltada para a aventura e expedição.

SERTÕES; SERTÕES 2019;
O Sertões vai ter uma nova dinâmica em 2020 em razão da pandemia (Foto: Ricardo Leizer)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Como toda grande competição do esporte a motor ao redor do mundo, o Sertões 2020 tem de se adaptar em tempos de pandemia e de distanciamento social. A prova passou por algumas mudanças em relação à data e ao roteiro originalmente previsto. Antes, o rali estava marcado para ser disputado entre 14 e 23 de agosto e teria São Paulo como largada e Jericoacoara, no Ceará, como palco da chegada.

O Sertões chegou a ser remarcado para os dias 7 a 15 de novembro, mas uma nova reprogramação, em razão da mudança no calendário eleitoral do pleito municipal no Brasil, fez com que a data definitiva fosse confirmada para os dias 30 de outubro a 7 de novembro, com mudanças também no local do prólogo e da chegada. Tudo justamente com o propósito de manter a competição, mas de isolar ao máximo a caravana para manter o distanciamento social neste período.

Dentre os protocolos estabelecidos pela organização do Sertões fazem parte a adoção do conceito de impacto zero, com estrutura médica independente nas bolhas e encaminhamento de competidores envolvidos em eventuais acidentes à rede de hospitais particulares, justamente para não sobrecarregar a rede pública de saúde.

Outra medida é a medição diária de temperatura, testes feitos pela equipe médica durante a prova e também o fato de que os competidores não vão ter ajuda externa ao longo da competição, o que tende a tornar a disputa do Sertões bem mais difícil. Qualquer eventualidade, diz o regulamento, terá de ser filmada para evitar uma punição.

Vai ser a primeira vez em 27 anos que o Sertões será disputado no fim do ano, uma vez que a competição geralmente é realizada entre agosto e setembro. A caravana da prova, que sempre se notabilizou por atrair multidões pelas cidades por onde passa, desta vez vai ter de se fechar em um ambiente controlado e sem interação com o público local. As chamadas Vilas Sertões desta vez serão em formato de bolha, lacradas, montadas em locais isolados e com acesso restrito somente aos credenciados, que para entrar nas bolhas terão de apresentar testes PCR negativo para Covid-19.

A estimativa é que a caravana do Sertões compreenda um total de 1.500 pessoas entre competidores, equipes e staff. Todos os integrantes, contudo, vão ficar isolados nas bolhas, seja em acampamentos, seja em motorhomes. A estrutura das Vilas Sertões vai contar também com internet, banheiros e alimentação justamente para evitar a circulação das pessoas que integram a caravana fora da área isolada.

Rostos novos e outros bem conhecidos no Sertões 2020

Dentre os recordes do Sertões, destaque para três competidores que, na edição 2020, vão completar nada menos que 25 participações no maior rali das Américas: Jean Azevedo, heptacampeão nas motos, vai acelerar novamente a partir de sexta-feira, assim como Edu Piano, multicampeão da prova nos caminhões — categoria que não é mais disputada — e José Hélio Rodrigues, dono de cinco títulos no Sertões nas motos. Zé Hélio, nos últimos anos, compete nas quatro rodas e vai participar da edição 2020 na competição dos carros.

JEAN AZEVEDO; HONDA; SERTÕES
Jean Azevedo vai completar 25 participações no Sertões em 2020 (Foto: Gustavo Epifanio)

São 38 as inscritas no Sertões deste ano, sendo que 14 vão disputar a prova na competição principal no cross-country, três no rali de regularidade e 21 inscritas na disputa da categoria Light.

O mais jovem competidor inscrito no Sertões 2020 é Thiago de Saboia Torres, nascido em 8 de janeiro de 2002. Com somente 18 anos, o piloto vai fazer sua estreia na prova na competição dos UTVs ao lado do navegador Sergio Avallone. E o mais velho piloto inscrito é Zeca Sawaya, nascido em 19 de agosto de 1953. Com 67 anos, o veterano também integra o grid dos UTVs como piloto da Cotton Race, tendo como copiloto Norton Lopes.

SERTÕES; RUBENS BARRICHELLO; SERTÕES 2020
Rubens Barrichello vai estrear no Sertões em 2020 (Foto: Breno Madeira)

Destaque também para competidores inscritos no Sertões que brilham nas pistas de asfalto no esporte a motor do Brasil e do mundo. Rubens Barrichello, duas vezes vice-campeão mundial de Fórmula 1 e atualmente um dos principais nomes da Stock Car, vai se revezar no volante do buggy da Giaffone Racing ao lado de dois outros grandes pilotos: Thiago Camilo, também em atividade na Stock Car, e Felipe Fraga, que neste ano dedica sua carreira no automobilismo internacional e que no último fim de semana disputou as 24 Horas de Spa-Francorchamps.

Nelsinho Piquet, com passagens desde a Fórmula 1 até a Nascar e primeiro campeão da Fórmula E, além de também competir na Stock Car, vai disputar as primeiras etapas do Sertões a bordo de um UTV. Leandro Rad e Luciano Anacleto, o ‘Fantasma’, são oriundos das competições de motovelocidade e também vão acelerar no Sertões. Entre os convidados Vips, fazem parte o famoso DJ Alok, o chef Olivier Anquier e o apresentador e empresário Álvaro Garnero.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar