Sertões fecha Maratona com nova vitória e sufoco de Metge e empate na disputa dos UTVs

A sexta etapa do Sertões 2021 concluiu a chamada etapa Maratona, consolidou líderes, mas mostrou que a competição está muito acirrada. Nos UTVs, por exemplo, a decisão do vencedor da especial foi nos milésimos. Adrien Metge segue rumo ao seu primeiro título da prova das motos, enquanto os irmãos Baumgart travam novo duelo particular nos carros

RETROSPECTIVA McLAREN F1 2021: TUDO VAI BEM. EXCETO RICCIARDO

Etapa 6 – ‘Velho Chico’ – Fim da etapa Maratona
Xique-Xique (BA) a Petrolina (PE)

Deslocamento inicial: 0 km
Trecho de especial: 328,35 km
Deslocamento final: 147,89 km
Percurso total: 476,25 km

O desfecho da sexta especial do Sertões 2021, a 29ª edição da história da prova, marcou também o término da chamada etapa Maratona, onde os pilotos e navegadores não podem recorrer às equipes de apoio. A batalha da última quinta-feira (19) compreendeu um trecho cronometrado de 328,25 km entre Xique-Xique, na Bahia, e Petrolina, em Pernambuco, às margens do Rio São Francisco, e trouxe algumas disputas inacreditavelmente apertadas, sendo que a etapa nos UTVs teve sua dupla vencedora decidida nos milésimos. Na competição das motos, o francês Adrien Metge acelera firme para a conquista do seu primeiro Sertões, enquanto nos carros os irmãos Baumgart continuam a duelar por mais um título.

Na competição que deu origem ao Sertões, nas duas rodas, Metge continua implacável. O piloto da Yamaha venceu sua quinta especial seguida, sendo batido somente no sábado, quando também triunfou, mas sofreu uma punição de 16 minutos. Adrien, no entanto, não escapou de um grande perrengue no fim da especial quando o motor da sua moto começou a falhar. Completada a especial, Metge foi rebocado por quase 150 km de deslocamento final por um dos seus companheiros de equipe, Túlio Malta.

ADRIEN METGE; YAMAHA; SERTÕES 2021; SERTÕES;
Adrien Metge acelera firme rumo ao título do Sertões nas motos (Foto: Rodrigo Barreto/Fotop)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

A vitória na especial coube a Metge, mas foi decidida também nos segundos. Precisamente 10s entre o francês e o heptacampeão Jean Azevedo, da Honda. Também da Honda, Gregório Caselani foi o terceiro, com 37s de desvantagem para o vencedor da etapa. ‘Bissinho’ Zavatti também terminou próximo e finalizou em quarto, enquanto Vitor Siqueira, o melhor dentre os pilotos das equipes independentes, foi o quinto.

Campeão do Sertões em 2020, Ricardo Martins sofreu forte acidente na quinta-feira. O catarinense acertou uma pedra escondida na areia, caiu e fraturou duas costelas, mas garantiu. “Estou bem. Vamos focar na recuperação e torcer pelo time”, afirmou o piloto, que agradeceu principalmente aos competidores que o socorreram: Vitor Siqueira, Gregório Caselani e Gabriel Brüning.

Na classificação geral das motos, Metge lidera com 10min47s de frente para Jean Azevedo, enquanto Zavatti é o terceiro. Túlio Malta e Gregório Caselani fecham a lista dos cinco primeiros colocados com três etapas para o fim do Sertões.

MARCELO MEDEIROS; SERTÕES; SERTÕES 2021;
Marcelo Medeiros ampliou a vantagem contra Manuel Andújar nos quadris (Foto: Victor Eleutério/Fotop)

Marcelo Medeiros continua firme na liderança da competição dos quadriciclos depois de ter vencido mais uma etapa do Sertões 2021. Na quinta-feira, o maranhense superou o argentino Manuel Andújar, atual campeão do Dakar, por 4min38s, enquanto o polonês Rafal Sonik novamente ficou mais atrás na disputa a três nos quadris. Quanto à classificação geral, é possível dizer que Medeiros tem uma liderança tranquila diante de Andújar, com 34min6s de dianteira. Sonik, por sua vez, está quase 2h atrás do brasileiro. Todos os três quadris na disputa são fabricados pela Yamaha.

Valentino Rossi foi homenageado pela torcida e com uma enorme bandeira no Red Bull Ring (Vídeo: MotoGP)

Destaque também para a disputa nos UTVs, que continua acirradíssima. Rodrigo Varela e Filipe Palmeiro registraram 4h14min37s de tempo total da especial, exatamente a mesma marca alcançada pelos atuais campeões, Denísio Casarini e Ivo Mayer. A vitória foi decidida por meros 0s003, diferença rara até mesmo na Fórmula 1.

“Três milésimos equivalem a pegar um sopro de vento de frente em uma reta mais longa, por exemplo. Isso mostra porque o Sertões é uma corrida especial: o nível de competitividade tem sido excepcional. Ninguém pode sequer piscar fora de hora que já pode perder uma posição nessa corrida. É a magia dessa prova”, declarou Rodrigo, filho de Reinaldo Varela e que em 2021 compete ao lado do consagrado navegador português Filipe Palmeiro.

RODRIGO VARELA; FILIPE PALMEIRO; UTV; SERTÕES; SERTÕES 2021;
Somente 0s003: essa é a diferença que levou Rodrigo Varela e Filipe Palmeiro à vitória nos UTVs na sexta especial (Foto: Doni Castilho/DFotos)

Na classificação geral dos UTVs, Rodrigo Varela e Filipe estão na frente e lideram com 1min11s de frente para Casarini e Mayer, enquanto André Hort e Matheus Mazzei estão em terceiro. Otávio Leite e Wladimir Grünberg aparecem em quarto e João Monteiro e Victor Melo complementam a relação dos cinco primeiros, todos eles com UTVs fabricados pela canadense Can-Am.

Por fim, na competição dos carros, Sylvio de Barros e Rafael Capoani venceram mais uma especial a bordo do Toyota Hilux IMA 2021 da X Rally. Novamente, a diferença foi extremamente apertada para a tripulação que terminou em segundo: apenas 11s. Marcos Baumgart e Kleber Cincea, depois de terem sido superados por Cristian Baumgart e Beco Andreotti na quarta-feira, terminaram novamente à frente dos companheiros de equipe.

A grande surpresa é novamente a dupla formada por Adroaldo Weisheimer e Fred Butikevitz, com um Ford Ranger, também da X Rally, que ocupou as quatro primeiras colocações da etapa. Marcelo Gastaldi e Cadu Sachs, a bordo do buggy sul-africano Century CR-6, terminaram em quinto.

SYLVIO DE BARROS; RAFAEL CAPOANI; SERTÕES; SERTÕE 2021;
Sylvio de Barros e Rafael Capoani venceram outra especial no Sertões 2021 (Foto: Rodrigo Barreto/Fotop)

Marcos e Kleber ostentam 1min40s de vantagem para Cristian e Beco. Sylvio de Barros e Capoani caminham para fechar o top-3 todo da X Rally, enquanto Julio Capua e Emerson Cavassin, a bordo de uma Toyota Hilux V8, aparecem em quarto na classificação geral dos carros. A dupla, que terminou em sétimo na sexta especial, está à frente de Dan Nacif e Marco Túlio Lana, em primeiro na classe Open com o buggy V8 construído pela Giaffone Racing.

O Sertões 2021, a caminho da decisão, parte para Alagoas, destino inédito em quase 30 anos de história da prova, para a especial batizada ‘Lampião’, com 239,98 km de percurso cronometrado e 441,12 km de trecho total, com deslocamento inicial que vai compreender passagem pelo Rio São Francisco. A chegada nesta sexta-feira será em Delmiro Gouveia.

ALONSO PROVA QUE IDADE NÃO É PROBLEMA NA FÓRMULA 1 | GP ÀS 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar