Sertões 2021 fica perto de definir títulos com potenciais dois campeões inéditos

O francês Adrien Metge praticamente assegurou seu primeiro título no Sertões. Outro estrangeiro, o argentino Manuel Andújar, caminha para levantar a taça da competição dos quadriciclos. Cristian Baumgart e Beco Andreotti estão próximos de mais um caneco nos carros, enquanto Denísio Casarini e Ivo Renato Mayer estão perto do bi nos UTVs

Marcos Gomes sofreu forte acidente nas 24 Horas de Le Mans, neste sábado (Vídeo: Le Mans)

Etapa 8 – ‘Alagoas’
Delmiro Gouveia (AL) a Arapiraca (AL)
Deslocamento inicial: 9 km
Trecho de especial: 152 km
Deslocamento final: 87 km
Percurso total: 248 km

O sábado marcou a realização da oitava e última especial da 29ª edição da história do Sertões, a mais importante prova do off-road no Brasil e nas Américas. Pela primeira vez, a disputa foi realizada integralmente no Nordeste, sendo batizada como o Sertões 100% sertão. O rali foi concluído efetivamente no sábado (21) com a realização da oitava especial, uma vez que a nona e derradeira etapa foi convertida em trecho de deslocamento entre Arapiraca, Alagoas, e Tamandaré, Pernambuco, como medida de segurança em razão das chuvas.

Assim, os competidores que chegaram à liderança geral das respectivas competições — Adrien Metge, nas motos; Manuel Andújar, nos quadriciclos; Cristian Baumgart e Beco Andreotti, nos carros e Denísio Casarini e Ivo Renato Mayer, nos UTVs, praticamente confirmaram o título.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

ADRIEN METGE; SERTÕES; SERTÕES 2021;
Adrien Metge dominou a edição do Sertões nas motos em 2021 (Foto: Victor Eleutério)

Desta forma, o Sertões teve sua última especial com a definição, na prática, dos seus quatro campeões nas competições principais, sendo dois deles estrangeiros e inéditos, nas motos e nos quadriciclos. A única possibilidade de mudança na classificação final neste domingo é se acontecer algum imprevisto com os competidores, como uma quebra, durante o deslocamento até Tamandaré. Segundo o regulamento, no deslocamento é permitido o uso de auxílio externo, mas o veículo deve chegar ao destino final pelos seus próprios meios.

Adrien Metge, piloto francês da Yamaha, foi o grande nome do Sertões 2021 nas motos. O piloto não disputou a edição do ano passado por ter testado positivo para Covid-19 às vésperas da largada. Desta vez, Metge esteve competição desde o começo, superou inclusive uma punição pesada de 16 minutos, aplicada no sábado, venceu as seis especiais seguintes e encaminhou o título depois de terminar a etapa entre Delmiro Gouveia e Arapiraca em segundo lugar, só atrás de Gregório Caselani, da Honda.

Na classificação geral das motos, salvo mudanças de última hora, Metge festeja o título do Sertões pela primeira vez, a segunda consecutiva da Yamaha, que viu Ricardo Martins conquistar a taça em 2020. Adrien concluiu o Sertões com 16min27s de vantagem para o segundo colocado. Jean Azevedo, heptacampeão da prova, levou a Honda ao vice-campeonato em 2021, enquanto ‘Bissinho’ Zavatti foi o terceiro colocado no geral, também com a Honda, e campeão na classe Moto2.

Túlio Malta, da Yamaha, foi o quarto na classificação geral e segundo na Moto2, enquanto Caselani garantiu o título da categoria Moto 1 com o quinto lugar na disputa das motos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

MANUEL ANDÚJAR; QUADRICICLOS; SERTÕES;
Campeão do Dakar, Manuel Andújar está perto de levar o título também no Sertões (Foto: Victor Eleutério/Sertões)

Na competição dos quadriciclos, Marcelo Medeiros fechou a oitava e última especial do Sertões 2021 em grande estilo. O maranhense perdeu a chance real de conquistar um título que lhe parecia certo depois de sofrer forte acidente na sexta-feira. Mesmo assim, Medeiros alinhou para a especial deste sábado, em Alagoas, e venceu na disputa a três contra o argentino Manuel Andújar e o polonês Rafal Sonik.

Depois de oito especiais, Andújar, que em janeiro conquistou o título do Dakar nos quadris na Arábia Saudita, virtualmente assegurou a taça do Sertões logo em sua primeira jornada na prova, com Sonik finalizando como vice-campeão e Medeiros em terceiro.

CRISTIAN BAUMGART; BECO ANDREOTTI;
Cristian Baumgart e Beco Andreotti praticamente garantiram o tetra do Sertões nos carros (Foto: Rodrigo Barreto/Sertões)

Cristian Baumgart e Beco Andreotti só perdem o tetra do Sertões se não conseguirem completar os 344 km entre Arapiraca e Tamandaré, na Praia dos Carneiros. A dupla da X Rally venceu a especial de 151 km com 2min44s36s de vantagem para Marcelo Gastaldi e Cadu Sachs, a bordo do buggy sul-africano Century CR-6.

Marcos Baumgart e Kleber Cincea, que abriram o dia na liderança da classificação geral, sofreram problemas na embreagem ao longo da especial e fecharam a especial em sexto, 9min46s atrás dos companheiros de equipe, o que foi decisivo em termos de luta pelo título.

Cristian e Beco estão a 8min17s à frente de Marcos Baumgart e Kleber Cincea na classificação geral dos carros, enquanto Sylvio de Barros e Rafael Capoani estão a apenas um dia de confirmar a trinca para a X Rally, que neste ano levou três Toyota Hilux IMA 2021. Julio Capua e Emerson Cavassin, a bordo de uma Toyota Hilux V8, estão em quarto no geral, enquanto Marcelo Gastaldi e Cadu Sachs, que enfrentaram um problema no amortecedor logo no primeiro dia, reagiram e estão em quinto.

DENÍSIO CASARINI; IVO RENATO MAYER; SERTÕES;
Denísio Casarini e Ivo Renato Mayer: a um dia do bi do Sertões nos UTVs (Foto: Victor Eleutério/Sertões)

E na classe dos UTVs, a mais numerosa no grid do Sertões 2021, com 90 duplas inscritas, a vitória na especial deste sábado coube aos portugueses Alexandre Miguel e Fausto Mota. Denísio Casarini e Ivo Mayer, que assumiram a liderança da prova na sexta-feira depois da desclassificação de Rodrigo Varela e Filipe Palmeiro. Os atuais campeões finalizaram a especial em 12º, mas nada afetou no resultado final. Basta à dupla completar sem problemas o deslocamento para confirmar a conquista do bicampeonato.

O Sertões 2021 se encerra oficialmente a partir das 11h deste domingo com a rampa da vitória na Praia dos Carneiros, em Tamandaré, Pernambuco. A primeira moto tem largada prevista para 6h (horário de Brasília).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar