8º, Camilo fala em dificuldade “muito grande” na reta de Interlagos, mas mantém otimismo para corrida: “Sigo acreditando”

Thiago Camilo sofreu um golpe na classificação deste sábado, em Interlagos. Com a marca de 1min42s792, o titular da Ipiranga Racing larga apenas em oitavo na decisão pelo título. Apesar da quarta fila de saída e do problema de desempenho de reta, o piloto se mostrou otimista para a prova

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Thiago Camilo tropeçou em seu primeiro obstáculo na decisão em Interlagos. Na classificação deste sábado (9), com o tempo de 1min42s792, o titular da Ipiranga Racing conquistou apenas o oitavo posto do grid, saindo apenas da quarta fila de largada.
 

Seu principal adversário na disputa pelo caneco de 2017 é Daniel Serra, que sai em segundo ao lado do companheiro Ricardo Maurício, o pole-position. Analisando seu desempenho, o #21 reconheceu que o carro não tem apresentado grande performance no final de semana, apesar de já ter apresentado evolução.
 
“Tivemos uma dificuldade muito grande no desempenho de reta durante o fim de semana todo. Trocamos o motor, mas um treino ontem na chuva atrapalhou a nossa análise para saber se evoluiu ou não”, explicou ao GRANDE PRÊMIO.
Thiago Camilo em Interlagos (Foto: Duda Bairros/Vicar)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Mas de qualquer forma, o carro nessa classificação foi o melhor momento do fim de semana. Conseguimos evoluir, conseguimos pelo menos estar entre os oito. Não é uma posição confortável, mas não é desconfortável, tudo pode acontecer em uma corrida”, completou.

Apesar de um cenário mais complicado – terminando em oitavo, Serra precisa chegar em 16º para Camilo ser campeão, Thiago mostrou otimismo para a corrida. “Estamos ali, estamos confiantes, sigo acreditando e vamos ver no que vai dar”, disse.
 
“Não mudou nada, arrojado a gente sempre é, independente da situação. Vamos tentar encaixar uma boa largada e ver o que a gente consegue dentro do nosso desempenho, nosso potencial de equipamento”, seguiu.
 
Por fim, o titular da Ipiranga ressaltou a temporada positiva que teve com a equipe, e já citou os planos para 2018. “Foi uma temporada extremamente positiva, primeiro ano com o Andreas, a gente tem algumas coisas para acertar, tivemos erros esse ano que tenho certeza que não teremos no ano que vem. Isso deixa a gente um pouco mais forte, um pouco mais confiante e para trabalhar sempre buscando o melhor”, encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube