Stock Car

Aliviada após “beliscar pódio”, Figueiredo quer ir bem “na hora que importa” para vencer na Stock Car

Bia Figueiredo continua sonhando com seu primeiro pódio na Stock Car na carreira - e quase conseguiu em Londrina, na etapa mais recente da categoria. Quarta colocada na corrida 2 no Paraná, ela agora se motiva para o restante da temporada, ainda mais vendo seu companheiro Thiago Camilo na liderança

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo
A etapa de Londrina da Stock Car teve algumas suspresas: Bruno Baptista foi segundo na corrida 2, enquanto a Prati Donaduzzi colocou seus dois pilotos no Q3 da classificação e no pódio, por exemplo. E também teve a melhor posição de Bia Figueiredo no ano, com o quarto lugar na prova que encerrou a rodada dupla da etapa.

Após o bom resultado, a pilota somou importantes pontos e se afastou do fundo da tabela de classificação, chegando a 24 pontos. Por esse motivo, ficou "aliviada", como contou ao GRANDE PRÊMIO em entrevista exclusiva ao final da etapa paranaense, e já projetou o restante do ano a partir desta evolução mostrada.

Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



"Anima muito. O carro teve boa performance nos treinos, mostrou velocidade, mas na hora que importa, na classificação, não. E nas corridas tivemos muitos problemas, erros de pit, estratégia, as coisas aconteceram muito mais conosco. Então é um alívio, óbvio, que estamos competitivos", disse ela.

"O importante é estar nesse bolo da frente para brigarmos por essas posições, que uma hora vai encaixar pódio ou vitória", continuou a #3. "Tem que estar lá. Então espero que agora, com a gente já entendendo como estou com o carro, a gente comece melhor nas próximas etapas, encaixe essa classificação que é muito importante, para conseguir finalmente um pódio aqui na categoria."
Bia Figueiredo (Foto: Carsten Horst/Hyset)
A melhora dos carros das equipes da família Mattheis (Ipiranga, de Andreas Mattheis, e Prati, do filho Rodolpho) também empolga a pilota, que espera alcançar o desempenho de Thiago Camilo, companheiro de Ipiranga, líder do campeonato, e de Julio Campos e Valdeno Brito, logo.

"A equipe está muito melhor esse ano. O Thiago está muito confiante, ele tem entrado na pista sempre muito bem. Na maioria das vezes o Thiago fala que está perfeito. E o meu a gente está buscando, na classificação (em Londrina) não estava perfeito, acabei tendo dois problemas grandes nas duas últimas curvas, traseira demais, a gente não esperava por isso. E por isso acabei ficando muito atrás dos meus companheiros na classificação, apesar todo mundo ficou muito junto na sexta, e aí na classificação teve essa disparidade", contou.

"Realmente fui pega de surpresa, infelizmente não classifiquei bem, mas estamos encontrando. Demos um bom passo. Focamos na segunda corrida, já que quase não havia chance na primeira, e beliscamos nosso primeiro pódio", concluiu Bia.

A Stock Car volta no final de semana dos dias 19, 20 e 21 de julho, para sua quinta etapa do ano, em Santa Cruz do Sul. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' tudo que ocorrer no Rio Grande do Sul.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.