Stock Car

Barrichello explica nova vitória na base da estratégia: “É a ferramenta que temos agora”

Quatro vitórias na temporada, quatro em corridas 2, quatro na base da estratégia: Rubens Barrichello tem esse histórico na temporada 2019 da Stock Car, e explica o motivo

Grande Prêmio, do Velopark / FELIPE NORONHA, de São Paulo

No último domingo (15), Rubens Barrichello venceu a corrida 2 no Velopark sendo o último dos que brigavam pela vitória a parar nos boxes e, assim, voltando como líder. Não foi novidade: ele fez isso em Goiânia, no Velo Città (Ricardo Zonta perdeu o topo do pódio após punição) e em Campo Grande, palco de seus outros triunfos no ano.

A estratégia de ir aos boxes só depois dos rivais tem dado certo. Mas por quê? Foi o que o GRANDE PRÊMIO questionou ao #111 após a prova no Rio Grande do Sul.

"Na verdade é o único jeito da gente ganhar provas nesse momento", resumiu o piloto. "A gente precisa extrair mais velocidade. Você vê que o [Felipe] Fraga, mesmo na segunda prova, fez uma volta rápida que é um pouquinho mais rápida que a minha. A gente precisa extrair mais velocidade do nosso carro para a gente poder largar mais para a frente e, aí sim, poder lutar."
Rubens Barrichello no Velopark (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Barrichello disse isso em referência aos treinos classificatórios que tem feito. Ao sair em sétimo no Velopark, quebrou sequência de etapas em que não passou do Q1.

"Enquanto isso não acontece, você tem que jogar com as ferramentas que você tem. E a ferramenta que temos agora é a estratégia", seguiu o piloto.
Rubens Barrichello sobe ao pódio no Velopark (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
Por fim, lembrou a ajuda de Maurício Ferreira, chefe da Full Time, o qual sempre cita como parte importante desta tática: "E a química é muito boa com 'seu' Maurício, então eu buzino na orelha dele, ele buzina na minha, e a gente vai se achando", concluiu.

Barrichello foi a 206 pontos com a vitória (e mais a sétima colocação na primeira prova) e é um dos quatro pilotos que passaram dos 200 na temporada. Ele é o quarto, atrás do líder Ricardo Maurício, Daniel Serra e Thiago Camilo.

A Stock Car volta à ativa entre 18 e 20 de outubro com a disputa da nona etapa do campeonato no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a temporada 2019 com o repórter Felipe Noronha. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.