Como levar o Milhão sem largar na posição dos sonhos? Maurício explica estratégia vencedora

Ricardo Maurício levou a Corrida do Milhão neste domingo (25) em Interlagos. Mas como? Após a prova, o #90 explicou a estratégia baseada no uso dos botões de ultrapassagem logo cedo

Lucas Di Grassi foi o pole, liderou a maior parte da prova, mas cometeu ultrapassagem irregular, não cumpriu a punição e acabou excluído. Assim, Ricardo Maurício levou a Corrida do Milhão deste domingo (25), em Interlagos. Quer dizer: não só por isso. O #90 acertou na estratégia e estava bem posicionado para triunfar.

Mas como? Qual foi a estratégia adotada pelo bicampeão da categoria para levar a Corrida do Milhão? Questionado pelo GRANDE PRÊMIO na entrevista coletiva após a prova, explicou. 

"Minha estratégia no começo, quando estava brigando com o Lucas [Di Grassi], era tentar usar o máximo possível de botão de ultrapassagem para que eu me distanciasse do [Ricardo] Zonta para trás – o sétimo, que não precisaria abastecer quase nada, para manter essa vantagem e não perder posição dentro do box."

"Por isso usei mais botão no começo, foi minha estratégia e deu certo", seguiu Maurício.

Ricardo Maurício (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)

Ele assumiu a liderança na penúltima volta, quando a direção excluiu Di Grassi. Naquele momento, já estava com mais de 5s de vantagem para o segundo colocado, Gabriel Casagrande. 

Isso significa que não largar em sétimo, que era o posto cobiçado no treino de classificação graças às mudanças no regulamento para o Milhão, funcionou para ele – e também para o próprio Casagrande, que saiu em quinto, e para Daniel Serra, o terceiro, que largou em quarto.

"Eu achei que o sétimo colocado teria grande vantagem. A gente teve poucos treinos, só três de 30 minutos – e um com pista molhada. Isso reduziu, e ainda com composto de pneu macio, totalmente diferente. Foi uma corrida totalmente atípica", finalizou o novo dono do prêmio milionário.

Maurício foi a 205 pontos com a vitória, a sete do ainda líder Serra. Faltam cinco etapas, sendo quatro em rodadas duplas, para o final da temporada.

O GRANDE PRÊMIO cobre tudo in loco em Interlagos com os repórteres Felipe Noronha e Pedro Henrique Marum. Acompanhe tudo aqui

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar