Corrida intensa e sem abandonos propositais: Stock Car deve investir nos sábados

Em uma reação rápida, imediata, a impressão é que o formato deste final de semana é o correto para o futuro da categoria brasileira

Paddockast #75 | Thiago Camilo e a Corrida do Milhão
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

O repórter que vos escreve é um antipático ao imediatismo – ou seja, detesta qualquer análise feita com base na emoção do momento, com poucos dados e fatos. Mas vai se permitir ir em direção contrária neste sábado (22), porque curte Stock Car e espera sempre o melhor dela nas pistas.

Por isso, este texto defende o formato utilizado neste final de semana de Corrida do Milhão… Antes mesmo dela sequer começar. Porque a corrida de sábado foi tão boa, intensa e, até, maluca, que vale, sim, repensar o futuro da categoria.

A Stock Car em Interlagos neste sábado (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Se contesta há anos a disputa de duas corridas no mesmo dia, o formato costumeiro da Stock Car. Uma prova acaba, 15 minutos depois a outra começa. Os pontos são quase iguais, mesmo sem uma classificação feita antes da segunda disputa, e muitos abandonam a corrida 1 para poupar o carro, pneus, combustível para a 2.

Neste sábado, porém, vimos uma corrida isolada, com pontuação máxima, sem nada vindo a seguir. E, com isso, vimos intensidade, um top-10 com alterações durante toda a prova, as vagas no pódio disputadas até o fim… E, mais importante: ninguém abandonou pensando em salvar pontos na corrida 2. Todo mundo teve que brigar até o fim.

O resultado? A Stock Car chega para a Corrida do Milhão de domingo com três pilotos empatados na liderança. Ter uma corrida no sábado, outra no domingo, dá mais emoção ao campeonato e ao próprio dia.

Ah!, e o vencedor de sábado não perde espaço nas manchetes uma hora depois, já que ninguém vai mais triunfar naquele dia. O dia é dele, todo dele!

Nelsinho Piquet levanta o troféu e ganha as manchetes no GP (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Claro, não havia público nas arquibancadas, e uma das razões para que os domingos sejam de rodadas duplas é a falta de certeza se há torcida para dois dias de autódromo.

Não sabemos a resposta, verdade. Mas sabemos que muita gente sai das arquibancadas ao fim da corrida 1 do formato tradicional – por desconhecimento, cansaço, enfim, motivos variados.

Na frente do grid, a disputa foi muito boa (Foto: Carsten Horst/Hyset)

Se a corrida de sábado for o normal, o público pode ir nos dois dias, pode ir em um, pode ir no outro. Mas quem for vai ver uma disputa mais real, da classificação à bandeira quadriculada. E a Stock Car, que ficou jogada à internet nos sábados de 2019, ainda ganha mais tempo de TV, já que ama tanto este espaço…

Chegou a hora. Se a Corrida do Milhão for boa, então, nem discuto mais.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube