De volta ao grid da Stock Light, Robe termina sexta-feira de treinos livres com melhor tempo no Velopark

O segundo treino livre acabou sendo o mais rápido desta sexta-feira (5) que abriu os trabalhos da Stock Light na temporada 2019 no Velopark. Nas duas sessões, os 22 pilotos do grid para a etapa inaugural do campeonato enfrentaram pista úmida. No fim, valeu a experiência de Gabriel Robe, que chegou a anunciar a ida para a Stock Car, mas teve de voltar para a Light

Categoria de acesso à Stock Car, a Stock Light completou uma movimentada sexta-feira (5) marcada por treinos livres no Velopark, em Nova Santa Rita, próxima a Porto Alegre. Choveu em praticamente todo o dia na região metropolitana da capital gaúcha, o que acabou por atrapalhar um pouco os trabalhos dos pilotos e das equipes. Em condições mais complicadas, Gabriel Robe se valeu da experiência para, durante a tarde, anotar o melhor tempo do dia: 1min11s336, aferido no segundo treino livre.
 
Robe, último campeão do antigo Brasileiro de Turismo, em 2017, chegou a anunciar sua ida para a Stock Car ainda no fim do ano passado para correr pela equipe Mico’s, do uruguaio Juan Carlos López. No entanto, os planos foram frustrados por conta de problemas com patrocinadores, e o gaúcho de Pelotas teve de voltar ao grid da categoria de acesso, mas não pela Motortech, time que defendeu nos últimos anos, e sim pela MRF Motorsport.
 
Vitor Baptista, que volta em tempo integral à Stock Light para 2019, foi o segundo colocado, também com seu melhor tempo sendo registrado no segundo treino do dia. O paulista ficou a apenas 0s034 do tempo de Robe, com Guilherme Salas, que representa a KTF Sports na Stock Light neste ano, completando o top-3. Raphael Reis, atual campeão da Stock Light com a Shell Racing/W2, e Pietro Rimbano, que foi o mais rápido do primeiro treino livre, completam a lista dos mais rápidos do dia, com destaque para dois novatos na categoria: Matheus Iorio e Diego Ramos, sexto e sétimo, respectivamente.
 
A Stock Light volta a acelerar neste sábado para um dia intenso de programação. Logo pela manhã, a partir das 10h (horário de Brasília), acontece o terceiro treino livre, com meia hora para cada grupo de pilotos. Às 13h, está marcada a sessão classificatória que vai definir o grid de largada da primeira corrida do fim de semana. A prova vai acontecer às 15h25, com 30 minutos e mais uma volta de disputa, com transmissão ao vivo pela TV no BandSports.
Gabriel Robe nos boxes da MRF (Foto: Felipe Noronha/Grande Prêmio)
Como foram os primeiros treinos livres da Stock Light no Velopark
 
Na chuvosa manhã de Nova Santa Rita, a categoria de acesso à Stock Car realizou um treino dedicado apenas aos estreantes e depois um shakedown antes do primeiro treino livre propriamente dito. 
 
A primeira sessão, iniciada pouco antes do meio-dia, começou com a pista úmida e foi dividida em dois grupos. No G1, a liderança coube ao veterano Marco Cozzi, com 1min12s509, seguido muito de perto por um dos muitos novatos nesta temporada, Diego Ramos, da Shell Racing/W2. O top-3 do primeiro grupo foi completado por Guilherme Salas, que venceu a última corrida da Stock Light no ano passado, em Interlagos.
 
Com a vinda do segundo grupo, a pista melhorou ligeiramente, e isso possibilitou a Pietro Rimbano superar Cozzi para marcar 1min12s249, sendo o jovem o novo líder da sessão no Velopark. A surpresa — e grande indício de melhora das condições do asfalto — era a presença de Tuca Antoniazzi, outro veterano da Stock Light, em quarto, à frente de Salas. Atual campeão, Raphael Reis tinha o oitavo melhor tempo.
 
Outro destaque coube ao estreante Matheus Iorio. Campeão da F3 Brasil, o paulista debuta na Stock Light depois de correr no ano passado na Euroformula, fazendo a transição dos monopostos para o turismo. Iorio andou nos minutos finais do treino em quinto, mas acabou sendo superado pelo experiente Márcio Campos, de volta às pistas em 2019 na Stock Light, e terminou a sessão em sexto lugar.
 
Salas acabou o primeiro treino em sétimo, com Pedro Boesel em oitavo, Vitor Baptista na nona colocação e o campeão Raphael Reis fechando o top-10.
 
A segunda sessão teve início com a pista em condições semelhantes em relação ao primeiro treino, novamente dividida em dois grupos. Dentre os pilotos do G1, logo Lukas Moraes, de volta à categoria de acesso à Stock Car, subiu para a ponta com 1min14s095, sendo batido pouco depois, em 0s131, por Cozzi e depois por Salas, já quase chegando à casa de 1min12s, com 1min13s197.
 
A marca finalmente foi quebrada pouco depois pelo novato Diego Ramos e pelo experiente Lukas Moraes. Diego, da Shell Racing/W2, marcou 1min12s842 para tomar a liderança, seguido pela volta em 1min13s161 de Moraes. Até que, nos minutos finais, Salas voou novamente no Velopark para retomar a liderança, e com folga, ao anotar 1min11s528 e fechar o grupo 1, seguido por Ramos, Moraes, Márcio Campos e a surpresa, Felipe Papazissis, também estreante.
Guilherme Salas (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car/Vipcomm)
Já na segunda parte do treino derradeiro do dia na Light, Rimbano mostrou novamente boa performance e logo se colocou entre os primeiros, se posicionando logo à frente de Papazissis, na quinta posição. André Moraes Jr., outro novato, aparecia em oitavo, à frente do veterano Cozzi e atrás de outro experiente piloto, Gustavo Myasava.
 
Em seguida, Rimbano melhorou ainda mais seu tempo e subiu para segundo com 1min12s364, 0s836 atrás de Salas, que parecia ser imbatível. Mas ainda restava alguns minutos para o desfecho da sessão, e vários pilotos entraram na casa de 1min11s. O mais rápido deles foi Gabriel Robe. O piloto, que praticamente corre em casa neste fim de semana, cravou 1min11s336, 0s192 mais rápido que Salas. Rimbano se manteve entre os primeiros, mas Raphael Reis e Matheus Iorio subiram para o top-5, com destaque para Ramos e Baptista em sexto e sétimo, respectivamente.
 
Ainda restava alguns segundos para o fim da sessão, quando o atual campeão da Stock Light avançou mais uma posição, subindo para terceiro. Mas Reis e também Salas, que se segurava em segundo, foram batidos por Vitor Baptista, que fez uma volta voadora para se colocar em segundo, apenas 0s034 atrás de Robe, o dono do melhor tempo do dia em Nova Santa Rita.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar