Di Grassi admite que vitória em Londrina “dá sentido” à maratona para correr no Sul: “De repente, faço alguns pontos”

Quando revelou que irá para Santa Cruz correr a etapa no mesmo final de semana em que participa do eP de Berlim na FE, Lucas di Grassi ainda não sabia que subiria na tabeça com mais uma vitória na Stock Car. Agora, ele conta com a sorte para, quem sabe, pontuar nessa corrida que, antes, estava 'perdida'

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lucas di Grassi ouviu a questão e sorriu: era quase uma prova de que sua decisão foi acertada. Ao ser perguntado se a maratona para poder correr a etapa de Santa Cruz, a próxima da Stock Car, passava a fazer sentido, confirmou. Porque, com a vitória na corrida 2 neste domingo (6), em Londrina, entrou no top-5 da classificação. E pode sonhar com mais.

Mas o discurso ainda é ponderado. Ele sabe que será difícil ir bem chegando apenas no domingo da corrida, já que o eP de Berlim acontece no sábado anterior. Então diminui as próprias expectativas: "Faz sentido, porém para mim eu vejo como uma etapa perdida."

"Eu não conheço a pista, nunca andei lá. Vou fazer a primeira volta de carro no domingo da corrida, vou largar em último. É uma etapa para ganhar experiência", explicou.

O leve otimismo, porém, escapou ao final da declaração: "Se der muita sorte, de repente faço alguns pontos."

Lucas Di Grassi (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Por fim, o piloto da Hero afirmou que ir para Santa Cruz mesmo com 11 mil km de viagem por fazer vale a pena pelo que a Stock Car precisa representar: "De novo, olho cada etapa como uma etapa individual. Vale a pena (a viagem) pelo esforço da equipe, dos patrocinadores, inclusive de vocês que cobrem a Stock Car, os fãs, é a principal categoria do país e precisa ser prestigiada", finalizou.

Di Grassi foi a 68 pontos e é o quinto colocado. Ele tem a mesma pontuação de Max Wilson, mas fica à frente por ter duas vitória, contra uma do piloito da Eurofarma. Ambos venceram neste domingo em Londrina.

QUEM É MAIS CULPADO?

PADDOCK GP DISCUTE BATIDA DE RICCIARDO E VERSTAPPEN EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube