Dono do cobiçado 7° lugar, Zonta promete “atacar com tudo” na Corrida do Milhão

Para boa parte dos pilotos, a sétima colocação é a "vedete" para a Corrida do Milhão, após a mudança no regulamento da classificação. E esta ficou com Ricardo Zonta, que já enxerga possibilidade de brigar pelo Milhão indo "com tudo" para cima de quem larga na frente

Se a sétima colocação era a cobiçada no treino de classificação da Corrida do Milhão neste sábado (24), até mais que a pole, é possível afirmar que Ricardo Zonta é o "grande vencedor" do dia.

O piiloto da Shell foi o melhor a cair no Q2 – ou seja, vai com o carro com mais combustível e compneus menos desgastados em relação ao seis primeiros, que tiveram que dar três ou quatro voltas a mais nas fases seguintes. E, com o regulamento alterado, sem estes poderem mexer nos carros, Zonta tem nas mãos a chance de melhor estaratégia em Interlagos.

Foi sobre isso que o GRANDE PRÊMIO falou com o #10 – e Zonta não escondeu o sorriso ao ser questionado se planejou o sétimo lugar – apesar de, claro, negar: "A gente tem um carro muito bom para a corrida, mas claro que se a gente passasse entre os seis, acho que brigaria pela pole. A batida do meu carro era muito boa, muito otimista. Mas estamos economizando combustível e pneu para a corrida – isso é importante", comentou.

Ricardo Zonta (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

Sobre o treino, explicou como o Q2 salvou um Q1 com dificuldades – o que culminou com a sonhada sétima posição:  "Nosso carro, no Q1 principalmente, foi o maior problema, porque ele não atingiu a temperatura dos pneus, nem a calibragem que a gente queria. Então foi muito arriscado o Q1. Mas no Q2 o carro, em toda volta, foi constante, se,pre giual, não perdia o balanço."

"Então o carro para a corrida está muito bom. Tem outros muito mais rápidos, mas o meu está constante e muito bem. E talvez essa seja a melhor estratégia, largar em sétimo, com mais combustível que os seis primeiros e isso faz muita diferença no pit-stop – isso são três segundos a mais no pit-stop. E o desgaste de pneus, porque os da frente deram voltas a mais, e isso causa desgaste de pneu maior."

Por fim, não deu detalhes de estratégia, mas fez a promessa: "Dá para ser uma corrida de classificação (com o carro no limite) do começo ao fim. Vou para cima, não tenho o que perder. Vou atacar com tudo", concluiu Zonta. 

GRANDE PRÊMIO cobre tudo da Corrida do Milhão in loco em Interlagos com os repórteres Felipe Noronha, Pedro Henrique Marum e Gabriel Pedreschi. A prova começa às 11h30 do domingo. Acompanhe tudo aqui.

Paddockast #30
SHOW DO MILHÃO!

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube