Stock Car

Embalado por “fim de semana quase perfeito” em Goiânia, Nunes mira novo pódio em Interlagos

Diego Nunes voltou ao pódio da Stock Car depois de exatamente dois anos longe do top-3 com uma exibição marcante em Goiânia. Agora, às vésperas da etapa derradeira, o piloto da Full Time busca confirmar o bom momento e se despedir levando outro troféu para casa
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Diego Nunes no pódio da Stock Car em Goiânia (Foto: Miguel Costa Jr.)
A etapa derradeira da temporada 2018 da Stock Car, neste fim de semana em Interlagos, tem naturalmente como grandes protagonistas os postulantes ao título, Daniel Serra e Felipe Fraga. Mas o desejo dos pilotos em geral é fechar o campeonato de forma positiva, até como um grande impulso visando 2019. É o caso também de Diego Nunes.
 
O paulista de 32 anos, que foi um dos grandes destaques da Bassani Racing em 2016 — com direito a uma vitória e o sétimo lugar no campeonato — defende a Full Time desde o ano passado, trabalhando em conjunto com o velho conhecido Eduardo Bassani. Não foram anos dos mais fáceis para o piloto, que quebrou o jejum de dois anos sem subir ao pódio na corrida 1 da etapa de Goiânia, a penúltima do campeonato, em novembro
 
Com uma atuação marcante na sessão classificatória, disputada no molhado, e também na quente corrida no domingo, Nunes largou da quarta colocação, superou Serra e Fraga e cruzou a linha de chegada em segundo, apenas atrás de Ricardo Zonta, da Shell V-Power. 
Diego Nunes festejou seu retorno ao pódio da Stock Car ao lado de Falcão (Foto: Miguel Costa Jr.)
O último pódio de Diego na Stock Car havia sido justamente em Goiânia, em 2016, quando chegou em terceiro lugar na prova, também disputada em novembro. Ao GRANDE PRÊMIO, o dono do carro #70 não escondeu a satisfação por voltar a comemorar um grande resultado na principal categoria do automobilismo brasileiro. 
 
“Foi bom. Precisava de um pódio, que veio em um fim de semana quase perfeito”, destacou.
 
Com o resultado, o piloto chegou aos 54 pontos, alcançando a 17ª colocação no campeonato. Uma posição que reflete o ano difícil que Nunes enfrentou, bem como um dos seus companheiros de equipe, Ricardo Maurício, que também soma 54 tentos. O bicampeão da Stock Car vai deixar a Full Time para regressar à RC Eurofarma em 2019.
 
A expectativa de Diego agora é para a prova final do campeonato. Em Interlagos, Nunes já faturou um pódio, em 2015, na última corrida daquele ano. O desejo do piloto é repetir o resultado para fechar bem o campeonato e dar uma motivação a mais visando o ano que vem.
 
“Vamos para Interlagos, para a última, quem sabe tentar fazer mais um pódio. A gente andou bem no começo do ano, além de trabalhar para o ano que vem. É buscar ser competitivo o ano todo”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a grande final da temporada 2018 da Stock Car em Interlagos com Felipe Noronha, Fernando Silva e Rodrigo Berton.