Khodair vence após cinco anos difíceis, e agora torce por “sorte do nosso lado” pelo título

Foram cinco anos de espera, mas Allam Khodair não só quebrou ao jejum em Goiânia, como o tão esperado triunfo lhe colocou na disputa pela taça da Stock Car

Este domingo (22) em Goiânia marcou o fim de uma longa seca: Allam Khodair voltou a alcançar uma vitória na Stock Car após cinco anos. Tempos duros, mas que ficam no passado: agora, o piloto da Blau já pode até pensar em uma conquista maior.

É que triunfar na corrida 2 em Goiânia colocou Khodair com chances reais de título. Com os descartes enfim aplicados, o piloto da Blau foi a 195 pontos, no oitavo lugar na classificação. Como a etapa final vale 60 pontos, ele pode passar todos acima, incluindo o líder Thiago Camilo, que tem 238 pontos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Allam Khodair (Foto: Luís França/Vicar)

“Foram cinco anos difíceis, realmente. Mas cinco anos de constante superação. Claro que isso incomodava, porque a gente sempre estava acostumado a brigar por poles e vitórias, mas nossos últimos anos, infelizmente, não fomos muito competitivos”, comentou ele ao GRANDE PRÊMIO.

“Para este ano a Blau fez uma parceria técnica com a TMG e isso nos elevou a um outro patamar, que hoje se concretiza com esta vitória. Já subi ao pódio quatro vezes este ano. Quebrei esse jejum importante e agora vamos para Interlagos matematicamente na briga pelo título. Agora é fazer nossa parte, vencer mais uma, e, se a sorte estiver do nosso lado, quem sabe ainda fechar 2020 com o título”, seguiu Khodair.

Allam Khodair comemora a vitória em Goiânia (Foto: Duda Bairros/Vicar)
E como foi a vitória?

Para levar a corrida 2, ele contou com dois fatores: não precisar abastecer e, também, uma pane seca. Afinal. Rubens Barrichello liderava a prova até a penúltima curva, quando acabou o combustível e Khodair fez a ultrapassagem decisiva.

“Não foi bem uma estratégia. O carro sofreu uma quebra depois do acidente em que eu fui atingido pelo Bruno Baptista na corrida 1, e aí nós tivemos de recolher. Acabamos ficando sem poder brigar pela vitória na primeira corrida, mas viemos para a segunda com o privilégio de poder fazer a prova toda sem precisar abastecer.”

“Mas não foi nada fácil. A equipe fez um trabalho excelente para consertar o carro para a segunda prova, sem isso não teria conseguido conquistar esta vitória tão importante”, concluiu.

Agora, é hora da final: no dia 13 de dezembro, Interlagos decide, em corrida única, o campeão da Stock Car 2020. O GRANDE PRÊMIO faz cobertura completa.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube