Quase meia-noite, CBA altera resultado com 16 punições e altera 1ª etapa da Stock Car

Nada do que foi visto, foi válido: a CBA anunciou nada menos do que 16 punições horas depois do fim da etapa de Goiânia da Stock Car, alterando bastante os resultados acompanhados pelo público

Incrível: a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), após uma etapa de abertura da Stock Car já bastante confusa graças ao novo modelo implementado, piorou a situação, e às 23h55 do último domingo (25) divulgou 16 punições, alterando completamente os resultados das corridas 1 e 2 de Goiânia – e, consequentemente, toda a classificação do campeonato.

A primeira publicação veio às 21h22 (de Brasília), mais de cinco horas após o fim da etapa. Nela, a CBA informou, por meio de seus comissários, que seis punições haviam sido dadas na corrida 1, além das desclassificações de Rubens Barrichello e Ricardo Zonta, estas já anunciadas ao final da prova.

Ricardo Maurício, Allam Khodair, Pedro Cardoso, Gabriel Casagrande e Marcos Gomes foram penalizados em 20s cada. Assim, despencaram posições na classificação oficial da prova. O pódio foi alterado da seguinte forma: Khodair deixou o terceiro posto, enquanto Cesar Ramos assumiu a última vaga.

Trecho da nota da CBA com as punições da corrida 1 (Foto: Reprodução)

Web Stories: conheça TODOS OS CARROS da Stock Car 2021
Web Stories: conheça TODOS OS PILOTOS da Stock Car 2021

Já as punições da corrida 2 foram ainda mais tardias: 23h55, quase já oficialmente nesta segunda-feira. Toda a demora veio com mais 10 punições: nove de 5s, e uma desclassificação.

Quem teve sua presença na corrida anulada foi Felipe Massa. A razão ainda não foi clarificada pela CBA, nem pela Stock Car. Uma estreia marcante para o piloto, uma das estrelas da categoria, que já chega sofrendo com a demora da entidade nacional.

Já os que perderam 5s na classificação final da prova foram: Denis Navarro, Thiago Camilo, Bruno Baptista, Guilherme Salas, Cesar Ramos, Daniel Serra, Cacá Bueno, Lucas Foresti e Rafael Suzuki.

Trecho da nota da CBA com as punições da corrida 2 em Goiânia (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A divulgação não veio em forma de anúncio oficial, e sim pelo site de cronometragem ‘Chronon’, em que as notas apareceram em formato de PDF na aba “resultados”.

Graças a toda esta bagunça, a classificação do campeonato após a etapa inaugural também foi bastante modificada: Serra segue líder, mas o vice agora é Gaetano Di Mauro. Ramos passa ao terceiro posto, enquanto Maurício, ante segundo lugar, despenca para nono.

É válido lembrar que a situação de quem foi punido horas depois da etapa ainda vai demorar alguns meses para se consolidar: não só pelos recursos que podem ser buscados na justiça, ou pelo fato da CBA informar que cada uma das penalizações pode ser alterada novamente (vide nota), como há os descartes antes da decisão – quatro para cada piloto.

Atualização

Na manhã desta segunda, por volta de 9h30, a CBA divulgou os motivos para cada punição. Na corrida 2, as nove punições em 5s foram dadas, de acordo com a entidade, por “ultrapassagens em bandeira amarela durante o safety-car”.

Já na corrida 1, Beto Monteiro foi “penalizado por incidente entre os carros #54 e #65 (Tuca Antoniazi e Max Wilson); Ricardo Maurício, Allam Khodair, Pedro Cardoso e Marcos Gomes sofreram “penalização por acionamento do ‘push’ antes da primeira volta; e Gabriel Casagrande por “sobreposição na parada obrigatória sobre o carro #51 (Átila Abreu)”.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube