Carrasco coroa fim de semana perfeito em Ímola com vitória e se torna primeira mulher a liderar Supersport 300

Após ter se tornado, em 2017, primeira mulher a vencer uma corrida de um Mundial sancionada pela FIM, Ana Carrasco ampliou seus feitos e, com vitória em Ímola, é também primeira pilota a liderar a Supersport 300

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ana Carrasco adicionou novos feitos à sua carreira neste domingo (13), ao vencer a etapa de Ímola da Supersport 300, classe do Mundial de Superbike. A espanhola, que já havia feito a pole-position no dia anterior, dominou do início ao fim a prova e, no comando de sua Kawasaki, tornou-se a primeira mulher a liderar o campeonato.

No sábado, Ana já havia sido a primeira pilota a conquistar a pole na história da categoria, quebrando o recorde da pista e andando quase 1s mais rápida que o segundo no grid. No domingo, porém, Carrasco seguiu impondo forte ritmo e, de ponta a ponta, liderou a disputa, vencendo com 13s835 de vantagem sobre Borja Sánchez.

Ana Carrasco venceu em Ímola e lidera a Supersport 300 (Foto: WSBK)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eu esperava uma corrida desta porque mantive um bom ritmo para abrir essa diferença, mas não imaginava que seria tão grandiosa. Logo, tentei me manter calma e fazer os meus tempos de volta sempre. Por fim, é incrível vencer assim”, comentou Ana.

A ex-Moto3 garantiu, com o triunfo, a liderança do campeonato, novamente fazendo história. Carrasco tem 48 pontos, seguida por Luca Grunwald, da KTM, com 45, que foi quarto. A outra concorrente da prova, Maria Herrera, chegou na sétima posição.

Em 2017, Carrasco venceu a etapa portuguesa da categoria de suporte do Mundial de Superbike e, deixando de pontuar em apenas uma corrida, foi oitava colocada no fim da temporada. A nova líder mostrou confiança ao comentar seu desempenho e não parece intimidada com os holofotes que atraiu com os feitos recentes.

“É a primeira vez que estive correndo sozinha na pista, e quero agradecer a todo o time porque minha moto estava perfeita e tudo estava muito bom, tudo é graças a eles. É incrível [liderar o campeonato], é isso que quero mostrar. Eu acho que desde Aragão estávamos fortes, mas não tínhamos sorte nas corridas. Quero continuar assim o ano todo, pois acho que estamos trabalhando muito duro”, completou.

A próxima etapa da Supersport 300 está marcada para 27 de maio, no circuito britânico de Donington Park.

CAMINHO PARA VIRAR LENDA

TRÍPLICE COROA É O QUE SOBROU PARA CARREIRA DE ALONSO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube