Máscaras e rádio: Yamaha mostra protocolo sanitário do Mundial de Superbike

Chefe da Yamaha no Mundial de Superbike, Paul Denning detalhou as medidas tomadas para proteger mecânicos, pilotos e dirigentes em meio à pandemia do novo coronavírus. Principal novidade é o uso de rádio na comunicação entre o competidor e a equipe técnica

O Mundial de Superbike também vai precisar de um protocolo sanitário especial para retomar a temporada 2020. E, além dos já tradicionais máscara e álcool gel, vai contar com um recurso extra para manter o isolamento social: rádios de comunicação.

Nesta terça-feira (14), a Yamaha divulgou um vídeo mostrando os bastidores de um teste realizado na semana passada em Barcelona, explicando quais são as medidas adotas para diminuir o risco de contaminação pelo novo coronavírus.

“É um mundo diferente para todo mundo agora, inclusive para as equipes esportivas, e nós queremos dar uma amostra do que tivemos de fazer para voltar a correr em segurança levando em conta que a crise da Covid e o que fizemos para proteger os pilotos e o time”, explicou Denning.

Todos os integrantes do time foram testados e deram negativo para o novo coronavírus. Uma vez reunidos, os funcionários utilizam máscaras e, no caso dos mecânicos que precisam trabalhar mais próximos uns dos outros, uma versão mais resistente do equipamento de proteção individual ― a FFP2, uma máscara que oferece proteção contra aerossóis e/ou líquidos identificados como perigosos ou irritantes. Os escudos faciais também são uma opção.

A Yamaha também optou por colocar todos os funcionários em quartos individuais e forneceu suplementos de vitaminas.

“Um ser humano é um ser humano, mas, neste projeto, na campanha de 2020 da Yamaha no Mundial de Superbike, Toprak [Razgatlıoğlu] e Michael [van der Mark] são, obviamente, os nossos pilotos. Se eles ficarem doentes, se testarem positivo para Covid, acabou, não podemos correr, eles não podem correr e nosso campeonato acabou, então mantê-los seguros e protegidos é uma prioridade realmente maior do que quase qualquer outro e, por isso, eles receberam tudo, exatamente os mesmos protocolos, trabalham com o mesmo protocolo de distanciamento e as mesmas medidas de proteção, mas nós também tentamos dar a eles algumas coisas uteis, como, por exemplo, o uso de rádios nos boxes. Ao invés de fazerem seus comentários diretamente e com o capacete próximos do chefe de equipe e dos engenheiros de eletrônica, eles estão trabalhando com um microfone de mão, mas, para ser sincero, isso não só nos oferece uma condição de saúde melhor em termos de mais distanciamento, mas também ajuda os engenheiros, porque um grupo maior de engenheiros pode trabalhar, usar o rádio e ouvir os comentários mais diretamente, então isso também foi introduzido por causa dos protocolos do Covid, mas, de fato, vamos continuar com isso quando essa crise acabar”, explicou Denning.

Os rádios não são de tudo incomuns no mundo da motovelocidade. Na MotoGP, a Aprilia passou a fazer uso deste tipo de comunicação dentro dos boxes com a chegada de Massimo Rivola, que trouxe a prática da Fórmula 1.

A série das motos derivadas de produção também é organizada pela Dorna, mesma empresa do Mundial de Motovelocidade. Assim, os protocolos sanitários serão similares.

A temporada 2020 do Mundial de Superbike será retomada no primeiro fim de semana de agosto, com a etapa da Espanha, em Jerez.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube