Truck

Giaffone vence corrida 2 após largar em oitavo e completa domingo perfeito em Buenos Aires

Felipe Giaffone fechou o domingo da Copa Truck em Buenos Aires com nova vitória. Largando em oitava depois de faturar a corrida 1, o #4 foi escalando o pelotão, aproveitou a queda de rendimento do líder Beto Monteiro e tomou a liderança para não perdê-la mais. O piloto da Iveco terminou em segundo, com André Marques em terceiro
Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
O domingo foi todinho de Felipe Giaffone. O piloto da Volkswagen, vencedor da primeira corrida, aproveitou uma leve queda de rendimento de Beto Monteiro para assumir a liderança e vencer, de novo, em Buenos Aires. 

Detalhe: Giaffone partiu do oitavo lugar do grid. Beto Monteiro ainda tentou pressionar no fim, mas não conseguiu ser uma ameaça real ao primeiro lugar e finalizou em segundo.
 
André Marques mostrou bom ritmo e terminou em terceiro, seguido de perto por Danilo Dirani e Wellington Cirino, que completaram o top-5.
 
Leandro Totti fez mais uma boa prova e foi sexto, com Giuliano Losacco em sétimo. Witold Ramasauskas, Duda Bana e Luiz Lopes fecharam o grupo dos dez melhores classificados.
Pódio em Buenos Aires com os cinco melhores (Foto: Duda Bairros)
Saiba como foi a segunda corrida em Buenos Aires
 
Depois da primeira corrida, a pista apresentava melhores condições. Havia alguns lugares mais molhados, mas a maior parte do circuito estava mais para seco.
 
Terceiro na corrida 1, Roberval Andrade acabou enfrentando problemas no motor e ficou de fora da segunda prova.
 
Na largada, o pole Adalberto Jardim acabou ficando na reta e foi ultrapassado antes da primeira curva. Quem pulou na ponta foi André Marques, trazendo junto Beto Monteiro, em segundo, e Danilo Dirani, em terceiro.
 
Vencedor da primeira prova, Felipe Giaffone era o quarto, com Wellington Cirino na quinta colocação.
 
Na abertura da terceira volta, Monteiro foi para cima, colocou por dentro e assumiu a ponta. Giaffone também vinha em bom ritmo e subiu para terceiro. Na volta seguinte, o #4, que saiu de oitavo, deixou Marques para trás e subiu para segundo.
 
Com pista livre à sua frente, Monteiro apertou o ritmo e já tinha quase 3s para Giaffone. Já Rodrigo Belinati acabou rodando e caindo para último.
 
Com cinco voltas completadas, os dez mais bem classificados eram Monteiro, Giaffone, Marques, Dirani, Cirino, Toti, Jardim, Losacco, Boessio e Ramasauskas.

Jardim acabou enfrentando problemas, perdeu rendimento e acabou se dirigindo aos boxes. Fim de prova para o pole da corrida 2.
 
Na frente, as posições pareciam estáveis. Mas Giaffone acelerou forte, descontou a vantagem do #88 rapidamente depois de uma queda de rendimento de Monteiro, e tomou a ponta na décima volta.
 
Marques sentiu que dava para ser segundo e passou a apertar Monteiro, que se defendia como podia. Os cinco primeiros, na realidade, estavam bem próximos. Dirani e Cirino acompanhavam tudo de perto.
 
As posições, no entanto, se mantiveram até a bandeira quadriculada. Nova vitória de Felipe Giaffone, que sai de Buenos Aires na liderança da Copa Mercosul.
 
Classificação final

1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 23min35s843
2. Beto Monteiro (Iveco), 0s372
3. André Marques (Mercedes-Benz), 1s115
4. Danilo Dirani (Mercedes-Benz), 2s358
5. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), 2s957
6. Leandro Totti (Mercedes-Benz), 29s499
7. Giuliano Losacco (Iveco), 35s116
8. Witold Ramasauskas (MAN), 36s304
9. Duda Bana (Volvo), 57s371
10. Luis Lopes (Iveco), 1min
11. Renato Martins (MAN), 1min
12. Fábio Fogaça (Ford), 1min
13. Débora Rodrigues (Volkswagen), 1min
14. Rogério Castro (Volkswagen), 1min
15. Regis Boessio (Volvo), 3 voltas
16. Adalberto Jardim (Ford), 5 voltas
17. Rodrigo Belinati (Volkswagen), 8 voltas
 
Felipe Giaffone no alto do pódio da corrida 2 (Foto: Duda Bairros)