TCR Sul-Americano confirma nova equipe e faz primeiro teste no Brasil com Audi no RS

Coube a Márcio Basso, experiente piloto paulista de 47 anos, a chance de guiar o Audi RS 3 LMS em sessão de testes no Velopark com o carro preparado pela tradicional equipe gaúcha MC Tubarão. Os dois estão garantidos na temporada inaugural da categoria continental em 2021

A mais nova categoria do esporte a motor na América do Sul vai se desenhando em cores cada vez mais nítidas. Depois do anúncio da sua primeira equipe confirmada, a W2 Racing, e também do seu primeiro piloto, Raphael Reis, o TCR Sul-Americano tem outros dois nomes assegurados para a sua temporada inaugural, prevista para ter início em 2021. A MC Tubarão, famosa equipe gaúcha, com muita tradição regional sobretudo nas corridas de endurance, vai inscrever dois Audi RS 3 LMS no grid, sendo que um nome já está garantido: Márcio Basso. O piloto de 47 anos foi o responsável pelo primeiro teste em um bólido da nova competição, feito na última quarta-feira (14), no Velopark, Rio Grande do Sul. Basso regressa ao volante nesta quinta-feira, em outro autódromo gaúcho, Taurmã, localizado em Viamão — região metropolitana de Porto Alegre.

Basso, oriundo de Ribeirão Preto, tem larga experiência nos carros de tração dianteira, como são os do TCR ao redor do mundo, tendo disputado o Brasileiro de Marcas, entre 2016 e 2018, a bordo de um Chevrolet Cruze. Nos últimos anos, o competidor correu na Europa e atuou em campeonatos GT, como o International GT Open, sendo vice-campeão na classe GT-Am a bordo de um Mercedes AMG GT3 em 2017 e terceiro, na mesma classe, no ano seguinte, mas com uma BMW M6 GT3.

TCR SUL-AMERICANO; AUDI; MÁRCIO BASSO; TESTE; VELOPARK;
Márcio Basso guiou o Audi RS 3 LMS na última quarta-feira no Velopark (Foto: Dudu Leal)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Naquele mesmo ano de 2017, Basso chegou a testar um carro homologado para o TCR na Itália. Entusiasta do formato da categoria, o piloto não escondeu, desde o início, o interesse em participar do grid desde seu início.

“Estou muito feliz em fazer parte desse grid pioneiro do TCR South America. O conceito do campeonato é incrível e será um prazer competir nas principais pistas do continente, contra talentos latino-americanos”, destacou Márcio.

“Depois de alguns anos correndo na Europa, volto muito motivado. O Audi RS 3 LMS é um carro poderoso, e sei que vai me proporcionar muita alegria. Na quarta-feira, fizemos tempos impressionantes no Velopark, mais rápido que eu e a equipe esperávamos. A temporada promete, e fico muito orgulhoso em ser o primeiro brasileiro a experimentar o carro com o qual vai competir em 2021”, completou. O carro guiado por Basso tem peso mínimo, excluindo o piloto, de 1.515 kg, motor turbo de 4 cilindros, potência de 350 cv e velocidade máxima estimada em 265 km/h.

MÁRCIO BASSO; TCR SUL-AMERICANO
Márcio Basso foi o primeiro piloto a guiar um carro do novo TCR Sul-Americano no Brasil (Foto: Dudu Leal)

Maurício Slaviero, ex-chefão da Stock Car, é o responsável por promover e organizar a categoria no Brasil. O dirigente recordou a época de Basso no Brasileiro de Marcas, competição que também foi organizada pela Vicar, empresa que controla a Stock Car, e ressaltou o caráter tradicional da equipe gaúcha que passa a integrar o TCR Sul-Americano.

“Conheço o Márcio Basso desde seus anos na Copa Petrobras de Marcas. Ele sempre se mostrou um apaixonado pelo automobilismo, correndo em diversos tipos de carro no Brasil e no exterior. Quando acompanhei seu teste com o TCR na Itália em 2017, notei que seria um nome certo se um dia o campeonato chegasse às pistas brasileiras. Felizmente chegou e, felizmente, ele vai estar conosco na temporada inaugural”, disse o dirigente.

“A equipe MC Tubarão é muito competente e já provou seu valor em outras categorias. Sei que o Audi RS 3 LMS será bem preparado por eles”, complementou Slaviero.

Nesta manhã, pouco depois dos trabalhos antes do almoço em Tarumã, Márcio descreveu como foram os primeiros testes com o Audi que vai integrar o grid do TCR Sul-Americano a partir do ano que vem.

“Ontem [no Velopark] foi um treino mais de acerto do carro, entendimento das molas, de pré-carga, bastante acerto de altura, equilíbrio traseiro… O setup que a Europa sugere é de uma traseira muito quieta, e aqui no Brasil estamos mais acostumados com uma traseira solta. A gente, na verdade, teve um probleminha nas bombas de combustível por conta da gasolina brasileira”, explicou.

“Então, foi um dia de acerto, de entendimento dos carros. Os carros são bons, têm um grip muito bom, têm um chão bem bacana. O conjunto é muito bom, sabe? É muito prazeroso de guiar. Já tive contato com o carro na Europa, mas me deixou muito feliz com o que o carro oferece”, disse o experiente piloto.

“Em Tarumã, no treino da manhã, viramos bem, mas hoje ainda não fizemos um preparativo de tempo. O tempo que veio foi com bastante combustível, pneus de ontem, então estamos trabalhando. Está bem legal, está bem bacana mesmo”, completou Márcio Basso.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube