Com Honda Civic, W2 confirma inscrição no TCR Sul-Americano para estreia em 2021

A mais nova categoria do esporte a motor no continente sul-americano tem confirmadas sua primeira equipe e piloto. Um dos novos carros da W2 Racing vai ser guiado por Raphael Reis, campeão da Stock Light em 2018 e líder da atual temporada

Pouco a pouco, o TCR Sul-Americano, a mais nova categoria do esporte a motor no continente, vai ganhando forma. Depois da fase prévia de inscrições das equipes e do anúncio do calendário prévio, a organização do campeonato já tem o primeiro time garantido no grid a partir de 2021. A W2 Racing, dona de histórico vitorioso na Stock Light, classe de acesso à Stock Car, vai ingressar no certame continental na próxima temporada com dois modelos Honda Civic. E o primeiro dos dois pilotos também está confirmado: Raphael Reis, brasiliense de 27 anos, campeão da Stock Light em 2018 e líder do campeonato nesta temporada, sempre com a W2.

Baseada no Rio de Janeiro, a equipe liderada por Serafin Jr. vai contar com a parceria da JAS Motorsport, time italiano que é parceiro oficial da Honda desde 1998, atuando em competições de GT, WTCC e TCR, por exemplo. Tal união, assim como a ligação da W2 com a liderança do TCR Sul-Americano — que tem o ex-chefão da Stock Car, Maurício Slaviero, como organizador da categoria no Brasil — é de responsabilidade de outro nome que atuou por muitos anos como piloto e hoje é chefe da equipe Crown na Stock Car, o carioca Duda Pamplona.

Slaviero reforçou o caráter vencedor da equipe nesta nova empreitada, agora em um projeto internacional. “A W2 Racing é dona de um belo histórico de vitórias na Stock Light e sempre revelou talentos para as pistas brasileiras. Conheço há muitos anos o trabalho desenvolvido pelo Serafin Jr. em parceria com o Duda Pamplona e tenho certeza que a Honda estará muito bem representada pela W2 Racing no TCR South America”, disse o dirigente.

RAPHAEL REIS; TCR SUL-AMERICANO;
Raphael Reis vai acelerar o Honda Civic com o numeral #77 da W2 Racing (Foto: Ferrari Promo)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na nova categoria, Reis vai guiar o Honda Civic com o numeral habitual, o #77. O brasiliense radicado em Goiânia ressaltou a grande ligação que tem com seu chefe, que agora vai se estender ao campeonato continental.

“Estou muito feliz em anunciar nosso ingresso no TCR South America. Sempre assisti ao WTCR e outras séries TCR pelo mundo e me interessei assim que vi que teria no Brasil. Naturalmente, a ideia foi se desenvolvendo com o Serafin, com quem trabalho já há quatro anos, inclusive com o título de 2018. É uma parceria que começou nas pistas e virou uma grande amizade. Realizar o sonho de correr internacionalmente, com pessoas em quem confio no trabalho, me deixa muito animado”, comentou o piloto.

“Saio do [carro de] tração traseira para o carro de tração dianteira, onde comecei nos carros de turismo, em categorias conhecidas no Brasil como Regionais de Marcas. É um tipo de guiada do qual gosto muito e estou extremamente motivado em subir mais um degrau em minha carreira”, disse Raphael, que recordou um pouco da sua carreira nas pistas.

“Comecei no kart e era só uma brincadeira. Depois, fui para os carros, fui crescendo, participei de provas regionais, depois de um campeonato nacional e fui campeão brasileiro na Stock Light. Então, busco mais um passo, agora internacional, com pilotos de diversos países, novas pistas e situações diferentes das que estou acostumado. O Honda é um carro que se mostra bastante competitivo e confio muito na W2 para buscarmos novas conquistas”, concluiu.

Raphael Reis foi campeão da Stock Light com a W2 de Serafin Jr. em 2018 (Foto: José Mário Dias)

Para o ex-piloto e dono de equipe, Serafin Jr., também é sobre dar um novo passo na sua trajetória no automobilismo ao liderar a W2 também em um campeonato de alcance internacional.

“O conceito TCR é um sucesso ao redor do mundo e tem todos os atributos necessários para entregar um belo campeonato para torcedores, patrocinadores e pilotos na América do Sul. Estamos muito motivados em levar a W2 Racing para um desafio internacional, contando com Raphael Reis, com quem já ganhamos um campeonato na Stock Light e lideramos em 2020”, recordou.

“É motivo de orgulho representar a Honda, montadora de muita força no mercado brasileiro, e contar com o suporte da Honda JAS Motorsport. É incrível participar do nascimento de uma nova categoria, representar uma marca tão importante e poder competir em parceria com profissionais tão importantes para a história da W2, como Raphael Reis e Duda Pamplona”, concluiu Serafin Jr.

Com previsão de início em abril de 2021 com a rodada dupla de Interlagos, o TCR Sul-Americano vai passar, além do Brasil, por Uruguai, Argentina e Chile na sua temporada de estreia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube