F1
22/09/2017 10:00

GP às 10: Se Verstappen fosse brasileiro, seria elevado à categoria de supergênio. Mas acaba com fama de vilão

Flavio Gomes diz que Max Verstappen pode ser um diabo para um monte de pilotos, mas não pode ser vilanizado, ainda mais como chegou a acontecer por causa do acidente em Singapura. O holandês, na verdade, é o melhor piloto que surgiu nos últimos tempos na F1
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
Na edição diurna desta sexta-feira (22) da nova seção do GRANDE PRÊMIO, Flavio Gomes fala de Max Verstappen e da saraivada de críticas que recebe mesmo quando não tem culpa, no caso em Singapura e do acidente na largada. O jornalista entende que o holandês se mostrou encrenqueiro na chegada à F1, mas não se trata de um "perigo ambulante", muito pelo contrário: trata-se de um piloto excepcional, sobretudo na chuva. E que se tivesse nascido no Brasil, seria endeusado. 
 
O 'GP às 10h' é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO e convidados especiais sempre às 10h, do dia e da noite.
 

Últimas Notícias
terça-feira, 16 de janeiro de 2018
Indy
F1
F1
F1
F1
MotoGP
Rali
segunda-feira, 15 de janeiro de 2018
F1
Copa Grande Prêmio
Rali
F-E
F1
F1
Rali
Rali
Galerias de Imagens
Facebook