F1
23/04/2016 08:00

Hamilton diz que F1 tem de testar mudanças e sugere “supercorrida ou três provas mais curtas” em 2017

Lewis Hamilton acha que a F1 não deveria ter medo de mudar. E foi mais longe. Para o piloto da Mercedes, a categoria deveria usar a atual temporada para testar novidades como forma de preparação para o campeonato de 2017
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

Na esteira da controversa eliminação do sistema de classificação de 'dança das cadeiras' neste ano, Lewis Hamilton voltou a falar no assunto e disse que a F1 não deveria ter medo de tentar formatos novos para os fins de semana de corrida. E foi ainda mais longe. Para o inglês, a categoria maior deveria, inclusive, usar a atual temporada para fazer alguns testes como forma de preparar o regulamento para 2017.
 
O tricampeão afirmou ainda que, embora a F1 tenha tentado algo novo com a classificação e tenha falhado, isso não deve servir como desculpa para não tentar outras novidades. "Apenas sinto que eles não deveriam deixar de tentar outras coisas", disse o piloto da Mercedes.
 
"Nós voltamos para o mesmo sistema de classificação, algo que já deveríamos ter feito depois da corrida na Austrália, mas, ainda assim, decidimos manter por mais uma segunda prova, já sabendo do resultado. Nem nova ideia surgiu, o que é não é bom", completou o britânico.
Lewis Hamilton quer mudanças na F1 (Foto: Getty Images)

"Definitivamente, eu acho que devemos usar este ano como uma oportunidade para testar novas propostas que tenham implicações pequenas no fim de semana. Se os fãs viram que tentamos outro formato e não deu certo, com certeza eles podem não gostar, mas vão ver que estamos tentando."
 
Hamilton, no entanto, reconheceu que não sabe o que fazer para melhorar o formato dos fins de semana de corrida da F1, mas sente que uma mudança seria boa para os torcedores. "Durante os últimos dez anos, praticamente tem sido sempre a mesma coisa de quinta a domingo."
 
"Em amo pilotar, mas, com certeza, um formato diferente seria emocionante. Não precisa ser assim sempre, mas se você tiver um supercorrida em um fim de semana ou três provas mais curtas, ou algo como ter uma corrida mais curta no sábado e outra longa no domingo, coisas assim", explicou Lewis, lembrando, em seguida, dos tempos da GP2.
 
"O legal da GP2 é que o formato permite desafios diferentes. Tem uma corrida no sábado e outra no domingo, então você sabe que no outro dia tem outro trabalho. Em uma prova, você tem pit-stops e a na outra não. Então, não estou dizendo que devemos ter mais corridas, mas talvez alguns fins de semana em cenários distintos", concluiu.
 
PADDOCK GP #25 FALA SOBRE F1 NA CHINA, INDY, MOTOGP E F-E




Últimas Notícias
segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
Endurance
Rali
Rali
Endurance
F1
F1
F1
Rali
Rali
F1
F1
F1
F1
domingo, 21 de janeiro de 2018
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook