Indy
16/01/2018 17:39

SPM inova e contrata tricampeã das 24h de Le Mans para ser engenheira de corrida de Hinchcliffe na Indy

A Schmidt Peterson trouxe uma mulher para ser engenheira de corrida, algo inédito na Indy. Leena Gade vem do automobilismo europeu e acumula três vitórias nas 24 Horas de Le Mans com a Audi
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Leena Gade (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez na história da Indy, uma mulher vai ocupar o posto de engenheira de corrida. Tal honra cabe a Leena Gade, anunciada nesta terça-feira (16) como reforço para a equipe Schmidt Peterson na temporada 2018. Na escuderia americana, Gade vai trabalhar ao lado de James Hinchcliffe.
 
Gade conta com um retrospecto de sucesso no automobilismo europeu. Ocupando o mesmo posto de engenheira de corrida no Mundial de Endurance, venceu três 24h de Le Mans com a Audi – em 2011, 2012 e 2014. O fim das atividades da marca alemã no campeonato levou a britânica a trabalhar para a Bentley em 2017. Um ano depois vem a mudança radical de horizontes com a ida para a Indy.
Leena Gade (Foto: Divulgação)

“Eu fico realmente honrada pela chance que tenho de trabalhar na Indy”, disse Gade. “Quando eu era menor assistia bastante, principalmente quando o Nigel Mansell veio. Durante minha época no endurance não acompanhei tanto. Mas vai ser algo completamente diferente de qualquer coisa que já fiz antes, então certamente existe uma curva de aprendizado. Mas é um desafio que me ansiosa”, encerrou.
 
Ao lado de Hinchcliffe, Gade tem a missão de transformar bons resultados em algo constante. O canadense chegou a vencer corrida em 2017, o GP de Long Beach, mas fechou o ano apenas em 13º na classificação final.
 
A primeira tarefa de Gade como engenheira da SPM é já em janeiro – a equipe vai participar de testes em Sebring no dia 24. A temporada em si começa apenas em 11 de março, com a disputa do GP de São Petersburgo.