Endurance

Ao lado da Cadillac e tradicional Wayne Taylor, Alonso acerta retorno às 24 Horas de Daytona em 2019

Fernando Alonso está de volta a Daytona. O acordo entre o espanhol e a Cadillac foi confirmado nesta terça-feira (27): Alonso vai correr no #10 da Wayne Taylor e terá a seu lado Kamui Kobayashi e os titulares do carro, Jordan Taylor e Renger van der Zande
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 O #10 da Wayne Taylor (Foto: Reprodução/Twitter)
A notícia que havia sido indicada no começo da semana foi confirmada nesta terça-feira (27): Fernando Alonso vai correr as 24 Horas de Daytona da temporada 2019 com Cadillac DPi-V.R #10 da Wayne Taylor Racing. 
 
A equipe norte-americana anunciou que Alonso fará parte de um quarteto para a etapa, por só importante mas que abre a temporada do IMSA SportsCar. Jordan Taylor e Renger van der Zande, titulares durante toda a temporada, e o companheiro de Alonso na Toyota, Kamui Kobayashi, vão estar ao volante. 
 
"Estou muito feliz de me juntar à Cadillac e Wayne Taylor para correr as 24 Horas de Daytona. É com certeza uma das maiores corridas dos EUA e do mundo. Voltar aos Estados Unidos é sempre especial: a atmosfera criada pelos fãs é única e dura todo o fim de semana", afirmou.
Fernando Alonso (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Espero lutar pela vitória e me divertir, assim como colocar um sorriso no rosto dos fãs. Ano passado eu estava estrando em endurances e no volante de protótipos, assim como nessa pista. Saí querendo mais depois que um problema de freio terminou com nossos chances de subir ao pódio. Depois de um ano intenso em que eu competi na F1 e no WEC, estou ansioso por 2019 e tentar conquistar uma das maiores corridas do esporte a motor", comentou. 
 
"Estou cheio de vontade para a primeira corrida da próxima temporada e ir para a pista com meus companheiros de Cadillac", encerrou.
 
O dono e chefe da equipe, Wayne Taylor, mostrou enorme satisfação por juntar todos.
 
"Primeiro, tenho que agradecer a Konica Minolta [patrocinadora-máster da Cadillac] por me ajudar novamente, e estou extremamente animado por termos adicionado Fernando Alonso e Kamui Kobayashi como companheiros de equipe para Jordan e Renger", disse. 
 
"Fernando e Kamui estão entre os melhores pilotos do mundo, não apenas na F1 mas também em protótipos. Levou bastante tempo para juntar todos, então estou grato a todos que ajudaram. Fernando guiou em Daytona no ano passado e vai ser a primeira vez para Kamui, que é uma estrela e vai aprender rápido. Temos planso de integrar os dois em nosso programa com eficiência e sucesso. Estou absolutamente feliz por termos conseguido fazer isso acontecer, e mal posso esperar para chegar Daytona", encerrou.

No último fim de semana, Alonso se despediu da F1 após 17 anos e dois títulos mundiais na categoria. Alonso esteve no carro #23, da United Autosport, ao lado de Lando Norris e Phil Hanson na edição de 2018. Com problemas no freio, o trio terminou somente no 38º posto.
 
A corrida está marcada para o fim de semana dos dias 26 e 27 de janeiro de 2019.