Com 40 finalistas, Crown inicia decisão de processo seletivo para plataforma iRacing

Em união com a equipe W2, da Stock Light, a Crown Racing recebeu 330 inscritos para lutar por uma das duas vagas para ser o piloto oficial virtual da escuderia da Stock Car. A fase final, com 40 nomes já definidos, começa nesta terça-feira e vai ter a presença de Erick Goldner, membro da Academia Shell Racing

Depois que a Academia Shell Racing realizou seu processo seletivo para escolher o primeiro piloto do projeto no automobilismo virtual, Erick Goldner, a iniciativa foi seguida pela primeira vez por uma equipe da Stock Car. A Crown Racing, em parceria com a W2, time da Stock Light, chega à fase final da primeira parte da sua seleção, que vai escolher dois pilotos de simulador. Ao todo, foram 330 inscritos. 
 
E depois de uma semana de treinos livres no formato de volta rápida, os 40 mais rápidos foram definidos como os finalistas para a primeira das duas plataformas em disputa, o iRacing, com a primeira corrida da fase decisiva marcada para começar às 21h (horário de Brasília) nesta terça-feira (19). Dos 40 finalistas, 39 pilotos viraram no mesmo segundo.
 
Para o iRacing, o carro usado é a Ferrari da classe GT3. Já o estágio derradeiro na plataforma Automobilista, com 26 classificados, vai começar na semana que vem. Nesta opção, o modelo a ser pilotado é o Stock Car.
 
Na fase final da decisão, estão previstas duas corridas em cada plataforma, com o sistema de pontuação idêntico ao usado pela Stock Car. Além disso, para conferir um grau maior de realidade às provas e aplicação de critérios idênticos aos principais campeonatos reais, as corridas vão ter atuação de comissários desportivos e de diretor de provas da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), que vão trabalhar em conjunto com comissários da Liga Racers AV nas análises dos embates na pista. 
Eis os 40 classificados para a fase final da Seletiva da equipe Crown no iRacing (Foto: Divulgação)
Todas as quatro corridas decisivas, das duas plataformas, vão ter a mesma programação. O treino classificatório de 15 minutos vai determinar o grid de largada. Já as provas vão ter bateria única e 50 minutos. Vence o piloto que somar o maior número de pontos ao fim das duas corridas. Em caso de vitória do mesmo piloto em ambas as plataformas, o segundo mais bem colocado no iRacing vai ficar com a segunda vaga na equipe.
 
Quanto à plataforma iRacing, a primeira das duas corridas da fase final da seletiva vai acontecer em Interlagos, mesma pista que recebeu os treinos livres e o primeiro estágio do processo. Em 24 de maio, está prevista a abertura dos servidores de treino da segunda etapa, que vai ser disputada em Daytona Road. A corrida vai acontecer em 2 de junho.
 
A programação no Automobilista abriu no último domingo, 17 de maio, com as seletivas e as voltas rápidas em Interlagos, com seu encerramento marcado para 24 do mesmo mês. No dia 25, a organização da seletiva vai divulgar a lista com os 26 melhores classificados. E um dia depois, acontece a primeira corrida do processo, em Interlagos. 
 
A diferença é que a segunda corrida vai ser na pista virtual de Goiânia. Em 31 de maio, os servidores vão ser abertos para os treinos no traçado, enquanto a prova vai ser disputada em 9 de junho.
 
Os vencedores do processo seletivo vão usar as cores da Crown Racing em suas competições ao longo da temporada 2020, vão ter apoio financeiro em valor equivalente à manutenção de uma assinatura e pacote de dados e pistas do iRacing, inscrição em pelo menos cinco eventos indicados pelo time ao longo da temporada e participação no primeiro campeonato virtual da Stock Car, com previsão de lançamento ainda em 2020.
 
Os pilotos selecionados também vão ter acesso à estrutura da Crown Racing e da W2 Racing tanto em eventos da Stock Car como também da Stock Light, participação em reuniões entre pilotos e engenheiros, acesso à comunicação entre carro e box pelo rádio durante treinos e análise de telemetria dos carros de competição real, além de interação com o público e jornalistas.
 
As corridas vão ser exibidas em canais como o da emissora History no Facebook e pela Liga Racers AV no YouTube, com a transmissão a ser iniciada às 20h45 (de Brasília), com a classificação.

Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E… AZAR NA FERRARI

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube