FE

Soberano, Buemi destrói concorrência em Putrajaya e volta a fazer pole-position na F-E. Di Grassi é sexto

Sébastien Buemi está com uma frente impressionante para basicamente todo mundo na F-E. Mostrou de novo neste sábado (7), na classificação para o eP de Putrajaya, ser o mais forte. Por mais veloz que tenha sido Stéphane Sarrazin, Buemi o bateu de braçada
Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
 A bela paisagem malaia que cerca a pista de Putrajaya (Foto: Reprodução/Twitter)
Tudo como o esperado em relação à disputa da pole-position para o eP de Putrajaya da F-E neste sábado (7). Sébastien Buemi tem um carro muito mais rápido e uma habilidade enorme. E mostrou, mais uma vez, agora na Malásia, ao dominar a fase de grupos, a superpole e ficar, novamente, com os três pontos da pole. Bater Buemi vai se tornando algo quase folclórico.

Quem ficou ao seu lado completando a primeira fila foi Stéphane Sarrazin, que fez duas voltas muito fortes na fase de grupos e superpole. Desta forma, ele consegue a segunda melhor posição de largada da Venturi na F-E.
 
Loïc Duval e António Félix da Costa formam a segunda fila, mas numa situação bem diferente. O francês andou bem forte na classificação e está numa Dragon de ótimo ritmo de corrida; AFC, no entanto, foi mal na superpole e guia uma Aguri de quem ainda não se sabe ou espera muito.
Sébastien Buemi liderou com folgas o TL em Putrajaya (Foto: Reprodução)
O último entre os que andaram na superpole foi Nicolas Prost, que fez vergonha. Escapou para lá e para cá por toda a pista - e terminou com uma volta que o colocaria no 17º lugar fosse feita na fase de grupos. Lucas Di Grassi, que tocou no muro em sua volta rápida, deve agradecer por largar no sexto lugar.
 
Jérôme D'Ambrosio, Robin Frijns, Bruno Senna e Daniel Abt completam o top-10. Senna e Nick Heidfeld, companheiros de Mahindra, devem ter ficado apavorados após ficarem nas duas últimas posições após dois grupos - inclusive atrás de uma Andretti -, mas acabaram ficando em posição de atacar os da frente.
 
Nelsinho Piquet foi mais rápido que Oliver Turvey e Simona de Silvestro, mas foi isso. O 16º lugar é ruim, mas não havia muito mais que ele pudesse ter feito. Cabisbaixo, falou que "o carro é mais lento que todos os outros" após terminar sua participação.
 
O eP de Putrajaya larga às 4h (de Brasília).
 
Confira como foi o treino:

Grupo 1: Loïc Duval, Nicolas Prost, Bruno Senna e Nick Heidfeld
 
Duval foi rápido em ir à pista logo para não ser atrapalhado quando tentasse, algo justificável visto o tempo que fez na primeira sessão do dia. E o francês acertou em cheio, parecia - não igualou a volta do TL1, mas com 1min20s251 ainda foi mais rápido que os outros 17 pilotos haviam sido.
 
Dúvida se Duval foi forte? O compatriota Prost na dona da verdade e.dams não conseguiu igualar. Ele foi o que mais andou mais cedo - junto de Senna -, mas não focou tanto no desempenho. Foi 1s mais rápido que havia sido, mas não chegou a preocupar Duval.
 
Atrás, as duas Mahindra fizeram tempos que talvez não tivessem sido ruins, mas ambos poderiam saber apenas depois dos outros grupos. Senna ficou 0s365 atrás de Loïc, mas 0s09 na frente de Heidfeld.
Di Grassi tocou o muro na volta rápida (Foto: Reprodução/Twitter)
Grupo 2: Lucas Di Grassi, Sébastien Buemi, António Félix da Costa e Robin Frijns
 
Se Duval deveria temer alguém a tirar sua melhor volta momentânea, era, claro, Buemi. E o temor se fez necessário. O suíço arrasou com o tempo do francês e o do final de semana - o 1min19s821 foi mais de 1s5 melhor que a pole de 2014. 
 
O segundo a cruzar a bandeirada na volta rápida foi Di Grassi. O brasileiro da Audi ABT tinha toda a expectativa de estar na superpole, mas um erro e um toque de leve no muro acabaram custando a vaga. Com o quinto tempo após apenas oito na pista, é seguro dizer que ele não vai largar muito bem.
 
Diferente pode se dizer de Félix da Costa, que viveu uma classificação e uma prova muito aquém das expectativas em Pequim, mas encaixou o quarto lugar, à frente de Di Grassi, e deixado para torcer que tudo desse certo na sequência. Robin Frijns veio no fim e ficou em sexto, mas mostrou que as Mahindra realmente largarão bem atrás.

Grupo 3: Nathanäel Berthon, Sam Bird, Stéphane Sarrazin, Nelsinho Piquet e Jean-Éric Vergne
 
A pergunta aqui é: demitir o chefe de equipe mudou tanto assim? Provavelmente as duas coisas não tem qualquer conexão, mas Sarrazin voou na primeira parte da classificação. 1min20s213 foi o suficiente para o segundo lugar e assegurar seu lugar e da Venturi na superpole.
 
Fora isso, o grupo foi desapontante. Os quatro, Vergne, Bird, Berthon e Piquet, exatamente nesta ordem, foram os quatro piores até então. Piquet, impressionantemente mais lento que todo mundo - o carro da China é uma carroça. A Virgin surge como a grande decepção da classificação, no entanto.
Simona de Silvestro está em apuros (Foto: Andretti)
Grupo 4: Jérôme D'Ambrosio, Simona de Silvestro, Jacques Villeneuve, Oliver Turvey e Daniel Abt
 
O quarto grupo da classificação na capital administrativa da Malásia foi a famosa água de salsicha. Ninguém se meteu em qualquer briga muito forte e acabou sendo bastante sem graça. 
 
D'Ambrosio era um dos dois que tinha o maior potencial, mais foi cerca de 0s250 mais lento que Duval, seu companheiro. Foi apenas o sétimo, atrás de Di Grassi, que acabou passando perto da superpole e vai largar em sexto.
 
O outro que estava em boa posição era Abt, mas não conseguiu ser mais que décimo. Villeneuve até que foi melhor que se esperava, 12º, mas acabou feio para ele em comparação ao companheiro Sarrazin. Turvey foi ainda mais lento que Piquet, e Simona precisa acender a puz amarela: foi a última, atrás da China, enquanto Frijns sai no oitavo posto.
 
Desta forma, a superpole ficou confirmada por Buemi, Sarrazin, Duval, Prost e finalizada por Félix da Costa.
Superpole - Buemi não dá qualquer chance e destrói resto do grid para sair na frente novamente

O primeiro a sair foi Félix da Costa, que surpreendeu colocando a Aguri sorrateiramente entre os cinco mais rápidos. Para ele, qualquer coisa nesta fase seria um lucro.
 
E verdade seja dita, ele não fez grande coisa. Deu uma traseirada no melhor estilo rali e o 1min20s975 seria suficiente apenas para o 15º lugar na fase de grupos, mas o colocou no relógio e à espera de erros dos rivais que vinham a seguir.
 
Sorte para AFC que ele nem precisou esperar muito. Prost entrou na sequência e saiu sacudindo pela pista como uma bexiga de gás perdendo o ar. Foi tanto escorregão que o francês terminou com um inacreditável 1min21s785.
 
Na sequência, Duval fez um trabalho até que fácil de bater os dois. Foi 0s6 mais lento que ele mesmo alguns minutos antes, mas o 1min20s886 foi mais que suficiente para assegurar um lugar no top-3 sem qualquer problema. Com o ritmo de corrida que tem a Dragon, é uma bela chance que tem Loïc.
 
Abriram as asas da Venturi, ao que parece. Sarrazin voltou a cravar um voltaço e se colocar na frente de Duval. Primeira fila para ele, com o segundo lugar na pior das hipóteses.
 
Mas - e é um grande mas - faltava Buemi. E o suíço fez o que ele tem feito: destruiu a concorrência. 1min20s196, sem qualquer momento de turbulência, diferente de Pequim, e 0s443 mais rápido. Mais uma pole e mais dois pontos para o suíço.

F-E, Superpole:

1 SÉBASTIEN BUEMI SUI E.DAMS 1:20.196  
2 STÉPHANE SARRAZIN FRA VENTURI 1:20.639 +0.443
3 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 1:20.886 +0.690
4 ANTONIO FÉLIX DA COSTA POR AGURI 1:20.975 +0.779
5 NICOLAS PROST FRA E.DAMS 1:21.786 +1.590


F-E, Fase de Grupos:

1 SÉBASTIEN BUEMI SUI E.DAMS 1:19.821  
2 STÉPHANE SARRAZIN FRA VENTURI 1:20.213 +0.392
3 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 1:20.251 +0.430
4 NICOLAS PROST FRA E.DAMS 1:20.401 +0.580
5 ANTONIO FÉLIX DA COSTA POR AGURI  1:20.414 +0.593
6 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:20.449 +0.628
7 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:20.496 +0.675
8 ROBIN FRIJNS HOL ANDRETTI 1:20.546 +0.725
9 BRUNO SENNA BRA MAHINDRA 1:20.616 +0.795
10 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:20.679 +0.858
11 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:20.727 +0.906
12 JACQUES VILLENEUVE CAN VENTURI 1:20.754 +0.933
13 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA VIRGIN 1:20.820 +0.999
14 SAM BIRD ING VIRGIN 1:20.905 +1.084
15 NATHANAËL BERTHON FRA AGURI 1:21.270 +1.449
16 NELSINHO PIQUET BRA CHINA 1:21.559 +1.738
17 OLIVER TURVEY ING CHINA 1:21.611 +1.790
18 SIMONA DE SILVESTRO SUI ANDRETTI 1:21.958 +2.137