11° no grid da F1 em Nürburgring, Vettel defende que volta foi “bem boa”

Sebastian Vettel não foi ao Q3, mas sente que fez sua parte. O alemão acredita que não tinha muito mais o que extrair da Ferrari, apesar de Charles Leclerc largar em quarto no GP de Eifel

Sebastian Vettel voltou a ficar ausente no Q3 em Nürburgring, mas não parece sofrer muito com isso. O alemão, 11° colocado neste sábado (10), sente que fez sua parte ao tentar domar uma Ferrari que sofria com falta de aderência.

“Foi muito parecido para mim [o TL3 e a classificação]”, disse Vettel. “Eu tive dificuldades no primeiro setor, não conseguir encontrar mais aderência. Fora isso, foi ok. A última volta foi bem boa e não fiquei devendo muito”, seguiu.

Vettel, entretanto, voltou a ficar bem distante do companheiro Charles Leclerc em Nürburgring. O monegasco foi ao Q3 e fez grande trabalho, colocando a Ferrari em quarto no grid. É a tendência da temporada, com Charles superando Sebastian em nove das 11 classificações do ano.

Sebastian Vettel larga em 11° amanhã (Foto: Ferrari)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Partir em 11° significa que Vettel pode escolher os pneus da largada em Nürburgring. O alemão ainda não sabe exatamente como a Ferrari vai usar essa vantagem,

“A gente tem a escolha de largar com pneus diferentes, mas veremos o que vamos fazer. Tomara que seja uma vantagem”, encerrou.

A pole-position coube a Valtteri Bottas, que levou a melhor em briga apertada. O finlandês superou Lewis Hamilton e Max Verstappen, com o trio separado por menos de 0s3.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube