Ainda sem confirmar futuro, Alonso visita sede da McLaren e destaca: “Todos já estão trabalhando muito no carro de 2018”

Fernando Alonso visitou a fábrica da McLaren e se mostrou impressionado com o trabalho da equipe, que já prepara para 2018, especialmente depois da confirmação da troca da Honda pela Renault. Ainda assim, o espanhol adia a decisão sobre a renovação com o time inglês

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A renovação de contrato de Fernando Alonso com a McLaren ainda segue sob suspense, mas o espanhol aproveitou o intervalo entre os GPs de Singapura e da Malásia, que acontece neste fim de semana, para visitar a sede do time na Inglaterra. O bicampeão se mostrou impressionado com o trabalho no time, que já se concentra no carro de 2018.

 
Depois de três anos de parceria com a Honda na F1, a esquadra inglesa decidiu encerrar o vínculo com os japoneses, devido especialmente à pouca competitividade dos motores nipônicos. Por isso, a partir do próximo ano, a escuderia de Woking terá em seus carros as unidades de potência produzidas pela Renault.
Fernando Alonso (Foto: AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Essa mudança era uma das exigências de Alonso para seguir com os ingleses. Porém, o novo contrato ainda não foi firmado, e o piloto insiste em mais tempo para analisar os projetos. Ainda assim, Alonso gostou do que viu em Woking. "Tem sido uma temporada muito difícil, mas todos aqui estão trabalhando muito para melhorar a nossa situação", disse em um vídeo publicado pela McLaren nesta quarta-feira (27).

 
"E não só para este ano, mas também para o carro do ano que vem. Apenas tenho de agradecer o apoio de todos. Ainda restam algumas corridas até o fim da temporada e, com sorte, podemos obter alguns bons resultados", completou o piloto, que agora embarca para a Malásia, onde a F1 disputa a 15ª etapa do campeonato. Em Sepang, Fernando venceu três vezes: em 2005, com a Renault, 2007 com a própria McLaren e, em 2012, com a Ferrari.
 
“É, provavelmente, o circuito em que melhor me adaptei nesses anos’, concluiu.
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube