Albon vê “grande passo”, mas mantém “pés no chão” às vésperas de estreia pela Red Bull

A grande novidade deste fim de semana é a estreia de Alexander Albon como piloto da Red Bull. Promovido pela equipe taurina durante as férias de verão na Europa, o anglo-tailandês está ansioso para disputar o GP da Bélgica com um carro capaz de vencer corridas: “É uma ótima oportunidade”

O grande movimento do mercado de pilotos até agora neste período de férias de verão da F1 foi a troca de pilotos da Red Bull e da Toro Rosso, com Alexander Albon sendo promovido a titular da equipe tetracampeã do mundo, enquanto o francês Pierre Gasly foi rebaixado e voltou ao time de Faenza. A mudança vale já a partir deste fim de semana de GP da Bélgica, que marca a retomada da temporada 2019. Para o anglo-tailandês, que faz seu ano de estreia no Mundial, é uma grande oportunidade de pilotar um carro de ponta logo no início da sua trajetória na categoria. Por outro lado, o jovem de 23 anos procura manter os pés no chão.
 
“Não há muitos pilotos que têm a chance de guiar um carro capaz de vencer uma corrida tão cedo na sua carreira na F1, por isso é uma ótima oportunidade para pilotar pela Red Bull. É um grande passo, uma grande diferença, e a fábrica é muito mais próxima da minha casa, o que é útil. Sabemos do que o carro é capaz e vimos o que Max [Verstappen] conseguiu fazer neste ano”, comentou o dono do carro #23.
 
“Quero ver como é na comparação com o que eu estou acostumado. Mas, ao mesmo tempo, sei que este fim de semana é a minha primeira vez no carro, ainda estou aprendendo e evoluindo enquanto piloto e há definitivamente mais por vir”, acrescentou Albon, deixando claro o discurso cauteloso às vésperas da estreia pela Red Bull.
Alexander Albon agora representa a Red Bull (Foto: Reprodução/Twitter)

“Sei que uma das principais diferenças vai ser a atenção que vem com a mudança, mas sigo mantendo meus pés no chão. Estou apenas focando no trabalho que tenho de fazer em Spa, vou ouvir e observar muito”, complementou.

 
Albon vai ter a chance de estrear pela equipe taurina em um dos templos do automobilismo, Spa-Francorchamps. “A pista é bem legal e acho que todo mundo adora. Definitivamente, é uma pista de pilotos, é rápida e não há muitas áreas de escape. É meio que voltar àquela pilotagem old school, que dá a sensação de que você está no limite e sabe que, se cometer algum erro, vai parar no muro. É isso o que alguns pilotos desejam”.
 
Em relação ao seu retrospecto no circuito belga, Albon teve como melhor resultado o terceiro lugar na corrida 2 da F2 disputada no ano passado. “Spa não é necessariamente uma pista bem-sucedida para mim, mas conseguimos pódio lá com a F2 no ano passado, então ainda é bom. Além disso, você nunca sabe o que vai acontecer com o clima”.
 
O jovem garante que chega preparado para fazer o melhor trabalho possível enquanto busca se ambientar aos novos companheiros de trabalho. Nada que assuste o anglo-tailandês neste novo ciclo da sua carreira ainda no primeiro ano de F1.
 
“Fizemos a maior preparação possível no simulador, então agora é passar pelos procedimentos com a equipe e conhecer todo mundo. E isso deve ser legal. É um grande passo, mas sinto que já passei por essas grandes mudanças antes e aproveitei as oportunidades, então não estou preocupado com isso. Estou focado e pronto para ser o mais forte possível neste segundo semestre do ano”, concluiu.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Bélgica de F1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube