Alfa Romeo é multada em R$ 30 mil por roda solta de Räikkönen durante GP da Áustria

O incidente que terminou com a corrida de Kimi Räikkönen acabou gerando uma investigação da FIA e uma punição nos bolsos da Alfa Romeo

Na volta 55 do GP da Áustria, o fraco fim de semana de Kimi Räikkönen terminou de forma melancólica, com uma roda solta e perdendo o pneu antes mesmo da relargada da prova, que estava com Safety Car.

Räikkönen estava na 12ª posição e tinha acabado de sair dos boxes, durante o Safety Car causado pelo abandono de George Russell, mas sequer relargou. A roda dianteira direita se soltou e danificou a suspensão do piloto da Alfa Romeo. Com isso, a equipe foi multada em €5000 – aproximadamente R$ 30 mil.

Uma investigação conduzida pela FIA após a corrida e chegou à conclusão de que a roda não estava presa corretamente e multou a Alfa Romeo por soltar o carro de maneira insegura na pista.

Räikkönen teve problemas em sua última parada nos boxes (Foto: Alfa Romeo)

“Os comissarios ouviram os representantes da equipe e revisaram o vídeo, assim como a telemetria fornecida pelo time. Examinando as fotos da roda danificada, é evidente que a porca do pneu direito dianteiro não foi bem colocada e isso não foi identificado pelo operador”, afirma a FIA em comunicado.

“Como consequência, a roda direita do carro se soltou quando o piloto voltou para a pista. Dadas as circunstâncias, a multa de 5000 euros é apropriada”, completa a nota.

Após a corrida, Räikkönen comentou o incidente. Segundo o finlandês, ele não recebeu nenhum alerta do carro de que havia um problema na roda. Ele foi um dos nove pilotos que abandonou o GP da Áustria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube