F1

Alfa Romeo estende contrato e segue com Calderón como pilota de testes para temporada 2019

Tatiana Calderón vai seguir envolvida na Fórmula 1 em 2019. Nesta sexta-feira (1), a Alfa Romeo anunciou a continuidade do contrato com a colombiana, que segue por mais um ano como pilota de testes da equipe

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Tatiana Calderón vai seguir mais um ano envolvida com a Fórmula 1. Nesta sexta-feira (1), a Alfa Romeo anunciou um novo acordo com a colombiana, que se mantém como pilota de testes da equipe em 2019.
 
O relacionamento entre o time, ainda como Sauber, e a colombiana começou em 2017, quando assumiu o papel de pilota de desenvolvimento. No ano seguinte, então, passou a ser pilota de testes, e foi quando fez sua estreia atrás de um volante de um carro de F1.
 
Após o GP do México do ano passado, Calderón participou de filmagens oficias do time a bordo do Sauber C37. Algumas semanas mais tarde, fez mais dois dias de atividades no circuito de Fiorano, impressionando os chefes, que estenderam seu contrato.
 
Frédéric Vasseur, chefe da equipe, exaltou a chance de seguir mais um ano com a colombiana. “Estamos felizes em anunciar que vamos continuar nossa colaboração com a Tatiana como pilota de testes. A equipe está impressionada por seu comprometimento, persistência e habilidade”, declarou.
Tati Calderón segue mais um ano com a Alfa Romeo (Foto: Alfa Romeo)
“Ela entregou ótimo desempenho quando foi dada a oportunidade de pilotar um carro de F1 pela primeira vez na última temporada, e provou que é um valioso membro da equipe. Juntos, vamos trabalhar em desenvolver ainda mais as habilidades de Tatiana como pilota e o projeto da Alfa Romeo”, emendou.
 
Tatiana também exaltou a nova oportunidade, frisando o grande trabalho que já fizeram juntos no passado. “Estou extremamente feliz em continuar como pilota de testes da Alfa Romeo neste ano, eles fizeram um trabalho fantástico de um ano para o outro e é sempre um privilégio trabalhar junto de pessoas tão experientes”, disse.
 
“Eles me deram a primeira oportunidade de pilotar um carro de Fórmula 1 e amo fazer parte do time. Espero que possamos alcançar grandes coisas juntos no futuro próximo. Quero agradecer Frédéric Vasseur e a Alfa Romeu por acreditarem em mim e por continuarmos essa jornada juntos”, concluiu.
 
A jornada de Calderón vai ser dupla em 2019. O motivo é que além de pilota de testes da Alfa Romeo, vai também competir na Fórmula 2 defendendo a Arden, tornando-se a primeira mulher a disputar na categoria.