Alonso não esconde desânimo e fala que Ferrari “foi ficando cada vez mais lenta” durante classificação em Sakhir

Fernando Alonso se mostrou bastante inconformado sobre o desempenho da Ferrari no Bahrein. O espanhol vai largar em nono e já vê como bastante difícil a recuperação durante o GP deste domingo

Fernando Alonso não escondeu o desânimo com a pouca performance de sua F14T na classificação para o GP do Bahrein neste sábado (5). O espanhol reclamou dizendo que a Ferrari "foi ficando cada vez mais lenta" volta a volta durante a definição do grid de largada. Alonso obteve apenas o décimo posto no Q3, mas sai em nono neste domingo por causa da punição de Daniel Ricciardo.

Kimi Räikkönen, colega do asturiano na equipe italiana, obteve o quinto tempo, mas vai partir em quarto. "Não foi uma classificação limpa hoje, infelizmente", disse Fernando aos jornalistas em Sakhir, logo depois da sessão oficial deste sábado (5).

Fernando Alonso e sua Ferrari (Foto: Getty Images)

"Eu perdi potência durante todo o treino, cada volta que a gente fazia o carro parecia mais lento nas retas, então precisamos checar para ver se isso foi causado por uma falha ou o que temos de melhorar para amanhã", explicou o bicampeão.

"Talvez no carro, no assoalho ou qualquer outra coisa, ou mesmo os sistemas de recuperação de energia. Só sei que era algo que não estava funcionando perfeitamente. Estávamos fazendo 34s5 no Q2, agora no Q3, em condições melhores, com menos combustível, fizemos 34s9, e isso não é o ideal. Mas é isso aí. Amanhã, largando em nono, do lado limpo da pista, nós ainda podemos fazer uma boa corrida, com uma boa largada e estratégia", completou.

Alonso ainda previu um enorme trabalho pela frente em Sakhir. "Não temos muito a perder. Nós estamos em nono, então precisamos melhorar muito para se recuperar. Vamos ver o que podemos fazer. Além disso, há muita gente forte vindo de trás, como Sebastian Vettel e Nico Hülkenberg, então não será fácil", concluiu.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube