Giovinazzi destaca evolução na F1, mas pontua: “Não havia mais nada para fazer”

Antonio Giovinazzi se encaminha para as três últimas corridas com a Alfa Romeo e lamentou a decisão da equipe, apesar de acreditar que tenha melhorado durante sua passagem

ACHAMOS OS DONOS DA BANDEIRA DE HAMILTON NO GP DE SP DE F1 | TT GP #39

Antonio Giovinazzi se encaminha para suas três etapas na Alfa Romeo. Após três temporadas completas com a equipe, será substituído no fim do campeonato, com o chinês Guanyu Zhou assumindo o posto a partir de 2022. Às vésperas do GP do Catar, o italiano comentou sobre a decisão do time e analisou sua passagem pela categoria.

Em 2022, Giovinazzi já sabe que vai correr na Fórmula E. Horas depois de perder a vaga na F1, foi anunciado pela Dragon, para correr ao lado do brasileiro Sergio Sette Câmara.

“Primeiramente, queria agradecer a todos que me apoiaram nestes três anos e também todas as pessoas que me mandaram mensagens. Claro que não foi um dia fácil para mim. No fim, estou feliz comigo mesmo, para ser honesto. Durante essas três temporadas, melhorei o tempo todo, mas claro que algumas coisas poderiam ser melhores. Estou feliz, não havia muito mais para fazer”, disse Giovinazzi.

Antonio Giovinazzi está se despedindo da F1 no fim deste ano (Foto: Alfa Romeo)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Questionado sobre o futuro, o italiano comentou sobre a chegada na categoria de carros elétricos e ainda analisou uma possível mudança para o Mundial de Endurance, para correr no novo projeto de hipercarros da Ferrari.

“Cada vez que que vocês [da imprensa] perguntavam sobre meu futuro, eu sempre dizia que não estava nas minhas mãos. No fim, essa foi a decisão e agora estou focado no próximo passo, que será a Fórmula E no ano que vem. Estou empolgado com isso”, pontuou.

“Sigo piloto da Ferrari e estamos conversando sobre o próximo ano. Sobre os hipercarros, eles [Ferrari] vão começar só em 2023, então não tenho notícia sobre isso. Mas, sim, a Fórmula E é um grande campeonato e vou curtir continuar como piloto da Ferrari. O WEC é um campeonato que gostaria de me juntar, mas é cedo para decidir”, finalizou.

Fórmula 1 acelera neste fim de semana com o debutante GP do Catar, que será disputado no circuito de Losail. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades de pista AO VIVO e em TEMPO REAL.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar