Giovinazzi diz que “dinheiro comanda” Fórmula 1 e lamenta saída da Alfa Romeo: “Cruel”

Antonio Giovinazzi desabafou em uma breve publicação nas redes sociais logo após perder a vaga no grid da Fórmula 1 para a próxima temporada. Em 2022, será substituído por Guanyu Zhou na Alfa Romeo

F1: Hamilton CONQUISTA Brasil + Retratação | Paddock GP #268

A terça-feira (16) selou a mudança no destino de Antonio Giovinazzi na carreira. O italiano não será mais piloto da Alfa Romeo em 2022, dando lugar para Guanyu Zhou, que estreia na Fórmula 1 ao lado de Valtteri Bottas. A notícia era esperada há um tempo, mas não deixou de incomodar o piloto italiano.

A chegada do primeiro Guanyu Zhou na categoria foi impulsionada por patrocinadores locais. Segundo informa o diário suíço Blick, o chinês levará à Alfa Romeo um aporte anual de cerca de US$ 25 milhões (ou R$ 136,4 milhões).

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Antonio Giovinazzi em ação no GP de São Paulo (Foto: Alfa Romeo)

Com isso, Giovinazzi perdeu a vaga no grid e aproveitou para desabafar nas redes socais, reclamando de como o aporte financeiros de alguns pilotos acaba mudando o jogo dentro do esporte a motor.

Fórmula 1 é emoção, talento, carros, risco e velocidade. Mas quando o dinheiro comanda, pode ser cruel. Acredito na surpresa do resultado inesperado, em grandes ou pequenas vitórias conquistadas graças ao comprometimento”, escreveu o italiano.

O futuro de Giovinazzi segue indefinido na carreira. O piloto de 27 anos é especulado como possível futuro piloto da Ferrari no projeto de hipercarros para o Mundial de Endurance. Por ser da academia da equipe italiana, pode ainda garantir uma vaga como piloto reserva para 2022.

Lewis Hamilton e a bandeira do Brasil após a vitória em Interlagos (Vídeo: Reprodução/F1 TV)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar