Após decepcionar na Inglaterra, McLaren desiste e decide voltar foco para 2014: "Temos que ser realistas"

Equipe chegou a realizar testes em linha reta no circuito de Idiada, na Espanha, visando reação em Silverstone, mas o melhor na prova, Jenson Button, foi apenas 13º. Martin Whitmarsh, chefe do time, foi realista: "Francamente, não estamos fazendo progressos"


A McLaren se esforçou o quanto pôde para tentar melhorar o desempenho do MP4/28, carro construído pela equipe para a temporada 2013 da F1. Realizou, inclusive, testes livres em linha reta no circuito de Idiada, na Espanha, visando o início de uma reação no campeonato já a partir de Silverstone, palco do GP da Inglaterra, realizado no último domingo (30).
 
No entanto, nem mesmo as atualizações aerodinâmicas levadas para a etapa britânica foram capazes de fazer com que a equipe de Woking melhorasse. O melhor piloto do time, Jenson Button, cruzou a linha de chegada em um melancólico 13º lugar.  Resultado que fez com que Martin Whitmarsh, chefe da esquadra prateada, optasse por direcionar os esforços e investimentos já no modelo que será usado em 2014.
Martin Whitmarsh reconhece fracasso da McLaren em 2013 (Foto: McLaren)

"Francamente, estamos colocando muitos recursos e esforços no programa do próximo ano, muito mais cedo do que o habitual", admitiu o dirigente, que também reconheceu que a McLaren estagnou em 2013, apesar das tentativas de evolução. "Jogamos muitas ideias diferentes no carro, mas francamente, não estamos fazendo progressos." 

 
"Estamos em um ponto onde temos que assegurar que estaremos em uma situação competitiva no próximo ano", afirmou. "Ainda faremos tudo o que for possível para entender este carro e torná-lo melhor. Trabalharemos duro, mas acho que temos que ser realistas em termos de onde estão nossas prioridades."
 
A equipe ocupa a discretíssima sexta posição no Mundial de Construtores, atrás até mesmo da Force India, quinta no campeonato.

GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ o GP da Alemanha, direto do circuito de Nürburgring neste final de semana, com o repórter Renan do Couto. Acompanhe o noticiário completo aqui.


Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar