Após primeiros treinos livres, Vettel sente que Ferrari precisa melhorar para classificação em Cingapura

O tetracampeão Sebastian Vettel disse que a Ferrari está bem para a corrida em Cingapura, mas precisa melhorar nos detalhes para a classificação deste sábado. Também acredita que a Mercedes escondeu o jogo

Sebastian Vettel, dono do quinto melhor tempo da F1 nesta sexta-feira (18) em Cingapura, acredita que a Ferrari precisa melhorar em ritmo de classificação para a sessão deste sábado.

O tetracampeão ficou atrás das duas Red Bull, do companheiro de equipe Kimi Räikkönen e do líder do campeonato, Lewis Hamilton. Aliás, a respeito da Mercedes, disse pensar que os rivais têm mais para mostrar em relação ao que se viu nos treinos livres. A liderança foi da Red Bull com Daniil Kvyat.

Sebastian Vettel (Foto: AP)

"Eu não fiquei completamente feliz com as voltas lançadas que dei, então acho que, para o quali, precisamos melhorar um pouco. Para a corrida, pareceu bem OK, o ritmo parece estar lá. Mas é só sexta, então precisamos manter os nossos pés no chão", afirmou Vettel.

"É sempre difícil fazer previsões depois da sexta-feira, mas eu acho que foi um bom dia para nós. O carro parece funcionar e acho que ainda podemos melhorar", continuou.

"Obviamente, a Mercedes vai estar rápida. Não sei o que aconteceu com eles hoje, eles pareceram um pouco lentos. Mas tenho certeza de que isso vai mudar para amanhã. Sabemos que algumas equipes da Mercedes também não mostram tudo na sexta", acrescentou, referindo-se ainda à Williams.

 

O TL3 dá sequência à programação às 7h (de Brasília) deste sábado. O treino classificatório será a partir das 10h.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube