“Arrisquei e perdi o carro”: Vettel explica acidente que destruiu Ferrari na Rússia

Sebastian Vettel deu um susto em todos quando bateu com força na proteção de pneus durante o Q2 da classificação em Sóchi. Após o treino, o tetracampeão mundial explicou como aconteceu o acidente

A classificação de Sebastian Vettel terminou mais cedo em Sóchi. Com um forte acidente no Q2, que originou uma bandeira vermelha, o piloto da Ferrari precisou abandonar a sessão e larga apenas na 15ª posição.

Após o treino, ainda assustado com a pancada na barreira de pneus, o alemão explicou o que causou o acidente no veloz circuito russo enquanto buscava uma vaga no top-10.

“Bem, eu perdi o carro na curva 2. Na curva 4, perdi de novo e não consegui recuperar”, afirmou o tetracampeão mundial.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sebastian Vettel bate com força durante classificação em Sóchi (Foto: Reprodução/TV)

Questionado se a mudança da direção do vento na classificação, problema que afetou diversos pilotos, foi uma questão que afetou o carro no momento do incidente em Sóchi, Vettel deu mais detalhes.

“Sim, foi. Mas na classificação, eu estava com dificuldades especialmente no primeiro setor. Tentei arriscar mais e, como disse, perdi o carro nas curvas 2 e 4. Obviamente não estou feliz, mas comparando com a sessão da manhã, sofri um pouco durante a tarde”, completou.

A largada do GP da Rússia vai ser em horário mais cedo que o habitual e está prevista para 8h10 (horário de Brasília). Antes, às 7h, o GRANDE PRÊMIO inicia a transmissão ao vivo do BRIEFING pré-corrida com a análise do treino classificatório e as últimas informações vindas diretas de Sóchi. Tudo no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube