Aston Martin desfalca Red Bull e contrata Dan Fallows como novo diretor-técnico

Dan Fallows chegou aos quadros da Red Bull em 2006 e assumiu a chefia do departamento de aerodinâmica em 2014, após saída de Peter Prodromou

Abu Dhabi revelou as mudanças no circuito de Yas Marina já a partir de 2021 (Vídeo: Reprodução)

Se no começo do campeonato tanto se falava nas perdas que a Red Bull aplicava na Mercedes ao tirar engenheiros da rival para formar sua divisão de motores, desta vez é a companhia austríaca que se vê desfalcada. A Red Bull confirmou, na manhã desta sexta-feira, que a o atual chefe de aerodinâmica Dan Fallows acertou com a Aston Martin para o cargo de diretor-técnico.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Fallows pode até não ser reconhecido por todo o público, mas é uma das figuras mais importantes da história da área técnica da Red Bull, onde está desde 2006. Seria muito difícil imaginar que o engenheiro pudesse ir além de onde já está na equipe dos energéticos, visto que a posição pertence a Adrian Newey. Mas não é exagero dizer que Fallows é #2.

A saída, entretanto, não é imediata. Fallows permanece até o fim do ano e fará a mudança apenas depois. É possível que seja o motivo, inclusive, da própria Aston Martin não ter divulgado oficialmente. Ainda não há data marcada para que Fallows comece a trabalhar na equipe inglesa.

“Podemos confirmar que nosso chefe de aerodinâmica, Dan Fallows, irá se juntar à Aston Martin como diretor-técnico e gostaríamos de aproveitar a oportunidade para agradecê-lo pela dedicação e feitos destes 15 anos de carreira com a equipe”, afirmou o time em comunicado.

Fallows no pódio com Verstappen e Ricciardo, além de Hamilton, após vitória da Red Bull na Malásia 2017 (Foto: Reprodução/Zimbio)
Paddockast #109: A primeira avaliação dos pilotos em 2021

“Dan chegou à Red Bull em 2006 como um líder em nosso departamento de aerodinâmica, ajudando nos primeiros pódios, vitórias e títulos mundiais. Em 2014, Dan foi promovido a chefe do departamento, auxiliando a moldar o progresso da equipe pela era híbrida da F1 e o aumento e renovação da competitividade”, seguiu.

Quem também se manifestou, além do time de maneira geral, foi o chefe Christian Horner, que foi claro ao dizer que entende o desejo de mudança quando se recebe a oportunidade de se tornar o #1 do departamento técnico de um time na F1. Especialmente um time de fábrica.

“É óbvio que sentiremos a falta de Dan. Ele teve papel importante durante este tempo na Red Bull, e eu gostaria de agradecer à contribuição que fez para os sucessos das equipes. Reconhecemos, porém, que a possibilidade de se tornar diretor-técnico numa equipe de F1 é um próximo passo atraente para a carreira dele. Para nós, essa mudança cria uma evolução interna natural e oportunidades conforme olhamos para o futuro e podemos fazer escolhas dentro da gama de talento que temos em nossa equipe”, falou.

O comunicado oficial tem um outro motivo: confirmar que está tudo em ordem entre equipe e funcionário. Fallows esteve próximo a deixar o time em 2014, com a McLaren acreditando que havia fechado o negócio. Na ocasião, a montadora inglesa levara o antigo chefe de aerodinâmica da Red Bull, Peter Prodromou, que pediu a contratação de Fallows, mas a Red Bull bateu o pé, ameaçou ir à justiça acusar a McLaren de aliciar o engenheiro a quebrar seu contrato e conseguiu melar o negócio.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Estíria de Fórmula 1 AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.

GP às 10: Mercedes x Red Bull – a briga agora é motor

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar