Aston Martin tentaria Hamilton se estivesse livre: “Precisa ser louco para não querer”

Lawrence Stroll, dono da Aston Martin, admitiu que buscaria a contratação de Lewis Hamilton se o inglês não renovasse com a Mercedes. Os planos, porém, foram frustrados após o inglês ampliar o contrato até 2023

Lewis Hamilton renovou contrato com a Mercedes até o fim da temporada 2023, mas não faltariam interessados em contar com o britânico no futuro se as negociações não fossem adiante. Lawrence Stroll, dono da Aston Martin, é claramente um deles.

Depois de adquirir a Force India e transformar em Racing Point, a equipe virou Aston Martin nesta temporada, sempre sob comando do canadense. Stroll admitiu que buscaria Hamilton se o heptacampeão mundial ficasse livre no mercado.

Relacionadas


“Absolutamente. Você precisa ser louco para não querer o Lewis pilotando para você”, afirmou ao site GP Fans.

LAWRENCE STROLL;
Lawrence Stroll é o dono da Aston Martin na F1 (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

No início do ano, Stroll mostrou-se “definitivamente tentado” em contratar Hamilton para a temporada 2022, mas nunca tirou o desejo do papel e sequer abriu conversas com o britânico.

Nas últimas semanas, porém, a Aston Martin se reforçou de outras maneiras. A equipe que conta com os pilotos Sebastian Vettel e Lance Stroll contratou o diretor-técnico Dan Fallows e o chefe de operações Andrew Alessi, ambos da Red Bull. A missão é aproximar-se de Mercedes, Red Bull e Ferrari.

“Como você sabe, estamos contratar um brilhantes e experientes engenheiros todo o tempo e o resultado será um aumento da força técnica e de engenharia da companhia, como nenhuma outra equipe da Fórmula 1”, pontuou.

“Temos aproximadamente 500 funcionários. Quando peguei a Force India, eram cerca de 400. Crescemos, mas não é só quantidade, é qualidade. Na Fórmula 1, demora para você contratar pessoas, por melhor que sejam, por contatos e tudo mais. Mas no futuro próximo, nosso plano é chegar a 800 pessoas. Isso mostra nossa crença nos objetivos e no nível de funcionários”, finalizou o dirigente.

Austin Hill escapou da confusão e venceu em Knoxville na quarta prorrogação (Vídeo: Nascar)
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.