Ausência de Grosjean do GP de Abu Dhabi faz Mercedes oferecer teste de despedida da F1

A Mercedes ofereceu um teste privado a Romain Grosjean, que não vai poder disputar o GP de Abu Dhabi na semana que vem. A ideia é que o francês dê adeus à categoria com memórias que não sejam as do acidente que quase lhe custou a vida no GP do Bahrein

É possível que o último contato de Romain Grosjean com um carro de Fórmula 1 tenha sido no acidente assustador do GP do Bahrein, que terminou com o franco-suíço queimando mãos e correndo risco de morte. Para garantir que Grosjean tenha memórias mais bonitas da sua última pilotagem a bordo de um F1, a Mercedes entrou em ação e já prometeu oferecer um teste de despedida.

Grosjean tentou de todas disputar o GP de Abu Dhabi na semana que vem, mas o piloto da Haas atravessa um processo de recuperação das queimaduras nas mãos e não vai estar em condições de disputar a prova em Yas Marina, o que frustra os planos de uma despedida da equipe norte-americana na pista depois do acidente terrível na semana passada. Pietro Fittipaldi foi definido como seu substituto para a prova derradeira do campeonato.

“Seria uma história linda ir [correr] em Abu Dhabi”, disse Grosjean antes de tomar conhecimento que não poderá correr no próximo fim de semana. “Caso contrário, vou ligar para cada equipe da Fórmula 1 para ver se alguém pode me oferecer um teste privado em janeiro com 10 ou 15 voltas só para mim mesmo”, seguiu.

Romain Grosjean está fora do GP de Abu Dhabi no próximo fim de semana (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A Mercedes já se prontificou para oferecer um de seus carros. O chefe Toto Wolff apoiou a ideia do teste, mas vai esperar para ver se uma das equipes de Grosjean na F1 – Haas e Renault – vai propor algo parecido também.

“Se tivermos permissão e nenhuma equipe pela qual ele já correu oferecer essa oportunidade, nós vamos fazer isso”, disse Wolff.

Grosjean se despede após quase uma década na F1. Já são 181 GPs, podendo virar 182, ao longo de dez temporadas. O francês nunca venceu, mas acumulou dez pódios, todos pela antiga Lotus.

Ainda não está claro qual será o próximo passo da carreira. Depois de perder espaço na Haas e, por tabela, na F1, Romain ainda não quais são as intenções para 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube