Batida no TL3 força Pérez a trocar câmbio e perder 5 posições no grid em Singapura

O toque relativamente forte contra o muro da curva 22 de Marina Bay custou caro para Sergio Pérez. A Racing Point decidiu trocar a caixa de câmbio, danificada. Dessa forma, o mexicano é até aqui o único a perder posições no grid

Sergio Pérez tem um fardo a carregar no treino classificatório do GP de Singapura, marcado para este sábado (21). Por conta de um toque no terceiro treino livre, com o mexicano tocando a parte traseira com certa força contra o muro da curva 22, a caixa de câmbio precisou ser trocada. A situação implica em perda de cinco posições no grid em Marina Bay.
 
A situação surpreende uma Racing Point que estava otimista a respeito da saúde da caixa de câmbio. De acordo com informações da Sky Sports, emissora britânica, a equipe não percebeu danos em um primeiro momento. Entretanto, a equipe decidiu colocar uma peça nova antes do treino classificatório.
Sergio Pérez perde cinco posições no grid em Singapura (Foto: Racing Point)

A batida acabou a participação de Pérez no TL3. O mexicano conseguiu voltar aos boxes por conta própria, mesmo que com a roda e a suspensão traseira direita claramente danificadas. O toque encheu a pista de detritos, o que significou uma bandeira vermelha de pouco menos de cinco minutos para limpeza.

 
Pérez é, até aqui, o único piloto a ser punido no grid de largada. Por conta da dificuldade de ultrapassar em Marina Bay, as equipes evitam ao máximo a troca de peças e queda para o fim do pelotão.
 

GRANDE PRÊMIO acompanha tudo sobre o GP de Singapura de Fórmula 1 AO VIVO e em TEMPO REALSiga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar