F1

Bottas admite que pole estava “fora de alcance”, mas avisa que Mercedes “vai entrar na luta” no Bahrein

Valtteri Bottas chegou ao Bahrein numa posição que nunca esteve antes: líder da F1. No quarto lugar do grid de largada, sabe que a Ferrari era simplesmente superior na classificatória. Mas tem jogo na corrida, assim como Lewis Hamilton disse mais cedo

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
O vencedor do GP da Austrália e líder do Mundial de F1 em 2019, Valtteri Bottas, cravou a quarta colocação no treino classificatório deste sábado (30) no Bahrein. Bottas admitiu, no entanto, que a pole em Sakhir era impossível. Mas a corrida é outra história.
 
Bottas deixou claro que, dentro do escopo do que apareceu no Bahrein, o quarto posto foi aceitável. E agora o que resta é ir para a briga direta no domingo.
 
"Ser quarto colocado não é um resultado muito satisfatório, mas também não é um desastre. Fiquei a poucos centésimos de Lewis e acredito que a Ferrari foi mais rápida hoje. A pole estava fora de nosso alcance", afirmou.
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
"Foram muito competitivos, mas isso não é surpresa alguma. Claramente já encontraram soluções para os problemas presentes em Melbourne. Avançamos, mas foi insuficiente. Nosso ritmo de corrida parece forte, então espero uma corrida emocionante. Acredito que vamos entrar na luta", completou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP do Bahrein, no domingo, EM TEMPO REAL. A largada está marcada para as 12h (de Brasília).