Bottas diminui impacto do erro que cometeu no GP da Austrália e prega atenção “nas 20 corridas restantes”

Valtteri Bottas sabe que errou em Melbourne, mas preferiu garantir que esqueceu tudo o que aconteceu e virou a chave para o GP do Bahrein. O finlandês preferiu dizer repetidamente que o campeonato ainda é longo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Valtteri Bottas não quer mais ouvir falar do GP da Austrália. O piloto da Mercedes admitiu a participação muito complicada que ele próprio e sua equipe tiveram na abertura temporada. Sem pressão extra, Bottas avaliou que agora o necessário é colocar a cabeça no lugar e aproveitar as 20 etapas restantes no campeonato.

 
Já no Bahrein para a corrida no circuito de Sakhir, Bottas foi questionado sobre o que aconteceu no Albert Park. Na pista de rua australiana, Bottas errou no Q3 do treino classificatório, foi punido e largou bem longe das primeiras colocações. Na corrida, jamais mostrou grande força de recuperação; a equipe, por outro lado, cometeu um erro de contagem que custou a vitória de Lewis Hamilton. O culpado, no fim das contas, acabou sendo uma calculadora virtual.
 
"Eu esqueci o que aconteceu na semana passada. Processei, foi um fim de semana ruim, mas tem mais 20 corridas restantes. Estamos no Bahrein, não temos que nos preocupar com isso. Nosso carro é bom e vamos melhorá-lo. Foi um fim de semana ruim, mas agora, simplesmente, tenho vontade de correr aqui", afirmou.
 
Bottas garantiu que não se sente pressionado após o erro que cometeu no GP australiano. "Não tem sentindo aumentar a pressão por um erro na classificação. Sempre queremos ter um fim de semana bom, essa é apenas uma corrida normal. Só mais uma", seguiu.
Bottas após o acidente na classificação (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Com respeito à Ferrari, Bottas avaliou que será realmente um desafio. Afinal, a equipe italiana venceu a corrida em 2017 com Sebastian Vettel superior às Flechas Prateadas. Mesmo assim, não quis se arriscar a classificar a ordem de forças das duas.

 
"Agora só podemos tentar adivinhar. A Ferrari tem andado bem aqui, ano passado foi mais forte no Bahrein que na Austrália. Serão uma ameaça, sim, e vão estar perto de nós. Teremos que ver como se desenvolve o fim de semana", encerrou.
 
GRANDE PRÊMIO acompanha os treinos, a classificação e o GP do Bahrein AO VIVO e em TEMPO REAL.
CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube