F1

Bottas exalta W10 “completamente diferente” dos testes de inverno: “Nosso desempenho nas curvas melhorou”

Valtteri Bottas foi o mais rápido do primeiro dia de treinos livres do GP da Espanha. O finlandês lembrou que o carro da Mercedes teve uma melhora substancial em relação a fevereiro e início de março, quando a mesma Barcelona recebeu os testes de pré-temporada, que tiveram a Ferrari como grande destaque

Grande Prêmio, de Barcelona / Redação GP, de Sumaré
Há quase três meses, a Fórmula 1 abria os trabalhos de pré-temporada com os testes de inverno em Barcelona. No frio catalão, a Ferrari foi o grande destaque, sugerindo até que teria condições de finalmente lutar pelo título em 2019. Bastaram algumas semanas e quatro corridas no campeonato para o cenário mudar completamente e ser muito mais favorável à Mercedes: quatro dobradinhas, marca histórica, e seus dois pilotos liderando o Mundial, com Valtteri Bottas na frente e Lewis Hamilton em segundo. Tudo o que a Ferrari conseguiu neste período foram três terceiros lugares, sendo dois com Sebastian Vettel e um com Charles Leclerc.
 
 
Logo após o desfecho dos trabalhos de pista durante a tarde na Catalunha, Valtteri destacou o trabalho feito pela Mercedes para melhorar a performance do W10 e o quanto o carro correspondeu com as atualizações disponibilizadas para o início da fase europeia da F1, quando naturalmente as equipes costumam entregar novas peças, aproveitando a proximidade do circuito com as fábricas, majoritariamente sediadas na Inglaterra.
Valtteri Bottas mostrou o quanto a Mercedes evoluiu desde os testes de inverno em Barcelona (Foto: Mercedes)
“É sempre um dia interessante quando você está trazendo novas peças para o carro para sentir e ver se elas corresponde à performance que deveriam. O carro se comportou muito bem hoje, completamente diferente do que foi nos testes de inverno, e parece que que nosso desempenho nas curvas melhorou”, destacou o dono do carro #77.
 
“O equilíbrio ao longo da volta também é melhor, então parece que seguimos o rumo certo desde o inverno. Hoje foi bom, mas é somente sexta-feira e a Ferrari está muito perto. Parece que nós demos um bom passo à frente, mas precisamos esperar e ver o que o amanhã nos reserva”, acrescentou Bottas.
 
Andrew Shovlin, engenheiro-chefe da Mercedes, ressaltou o trabalho feito pela equipe ao deixar o carro de Bottas pronto para o segundo treino. 
 
“Tivemos um vazamento de óleo no carro de Valtteri na primeira sessão, o que nos fez parar antes que ele pudesse ter feito um long-run no fim do treino. Felizmente, não pareceu ter havido qualquer dano e conseguimos deixar tudo pronto para o início do segundo treino”, explicou o britânico.
 
“Nós também trouxemos algumas novas peças para o carro aqui, então nós vamos também analisar os dados nesta noite para confirmar que tudo está funcionando como o esperado”, disse.
 
No entanto, o engenheiro ainda não se mostrou totalmente satisfeito com a performance apresentada nesta sexta-feira. “Não é segredo que não fomos tão fortes nos testes aqui no inverno, então estamos felizes por ter mostrado um ritmo razoável nos short e nos long runs hoje. Valtteri encontrou o carro um pouco mais dócil para trabalhar hoje do que Lewis, mas para os dois há algumas curvas em que nós não conseguimos encaixar como gostaríamos e isso é um pouquinho mais difícil no momento”, complementou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO, em TEMPO REAL e 'in loco' o fim de semana do GP da Espanha de F1 com o repórter Eric Calduch. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.