Bottas festeja 3º lugar da Williams no Mundial, agradece a Mercedes pelos motores e avisa: “Queremos mais”

O quinto lugar obtido por Valtteri Bottas no GP do Brasil garantiu matematicamente o terceiro lugar para a Williams no Mundial de Construtores. O finlandês destacou o ato de o time de Grove ficar só atrás das duas equipes de maior poderio financeiro da F1: Mercedes e Ferrari. Mas, entretanto, o nórdico sonha em estar num patamar acima com sua equipe

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O desfecho do GP do Brasil refletiu praticamente de forma fiel o que foi a temporada 2015 do Mundial de F1. A Mercedes, como quase sempre, disparou na frente e colocou seus dois carros nas primeiras posições, com Nico Rosberg na frente e Lewis Hamilton em segundo. Em seguida, veio a Ferrari de Sebastian Vettel, seguida, pouco mais distante, por Kimi Räikkönen. O melhor do ‘resto’, por assim dizer, foi a Williams de Valtteri Bottas, que terminou em quinto, com uma volta de desvantagem para o vencedor, mas à frente dos seus outros oponentes.
 
O resultado, no fim das contas, acabou por confirmar matematicamente a Williams em terceiro lugar. Assim, o time de Grove, que abriu a década de 2010 em crise com a falta de resultados de pista e chegou a terminar em nono lugar em 2011 e 2013, teve uma grande reação a partir da temporada passada, sobretudo quando passou a contar com os motores Mercedes.
Valtteri Bottas frita pneus durante o GP do Brasil (Foto: Getty Images)
Bottas comemorou por conseguir novamente ajudar a colocar a Williams em terceiro lugar no Mundial. Ao lado de Felipe Massa, o finlandês forma aquela que é a dupla mais equilibrada do Mundial em 2015.
 
“Isso significa muito porque é bom garantir o terceiro lugar. É o mesmo do ano passado, então estou orgulhoso que, sendo uma equipe menor, podemos lutar contra os grandes times. Isso é bom, mas nós queremos mais”, comemorou.
 
“Precisamos agradecer às pessoas na equipe de pista e na fábrica por todo o trabalho duro feito, mas também à Mercedes por seus motores. Sem eles, não poderíamos fazer isso, mas nós somos uma equipe que quer vencer, então nós queremos mais”, assegurou Bottas.
 
Ao fim de 18 das 19 provas da temporada, Bottas soma 136 pontos e, com um de vantagem para o compatriota Kimi Räikkönen, segue em quarto lugar do Mundial.

  (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Quer ganhar um super kit do GRANDE PRÊMIO no GP do Brasil de F1? Então participe do 'Traz mais um no GP'.É simples:…

Posted by Grande Prêmio on Quinta, 12 de novembro de 2015

PADDOCK GP COM FELIPE MASSA: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube